Timon e Maranhão

Mais de 20 focos de lixo já foram removidos das ruas em vários bairros de Timon

Projeto Ponto Limpo pede que população denuncie os "sujões" pelo WhatsApp: (86) 98886 -0153

Trator retira o lixo jogado no acostamento de avenida em Timon

Trator retira o lixo jogado no acostamento de avenida em Timon Foto: Coordenação Geral de Comunicação - CGCOM

Mais de 20 focos de lixo foram desativados em Timon, pela Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) somente neste mês de julho. A ação faz parte do projeto Ponto Limpo que tem como objetivo desativar um local de descarte irregular de resíduos sólidos por dia.

O superintendente da SLU, Carlos Zangirolami, explica que o projeto teve início este mês, mas será permanente. As equipes já percorreram os bairros Parque Piauí, Mangueira, Parque Alvorada, Novo Tempo, São Francisco, Jóia, entre outros.

A limpeza da cidade tem sido uma preocupação constante da atual gestão. A população também pode ser parceira denunciando quem joga lixo em local inadequado. Além do mau cheiro, a prática traz danos ao Meio Ambiente e à saúde.

Carlos Zangirolami explica que uma das principais dificuldades tem sido a reincidência. “As equipes desativam um foco de lixo e em poucos dias há lixo novamente. Muitas vezes, pessoas de fora da cidade vêm jogar lixo em Timon. Por isso é importante que a população também nos ajude nessa missão, nos acionando para que possamos tomar as medidas cabíveis. Já houve casos em que a população flagrou o descarte irregular, nos acionou e o infrator foi responsabilizado. Nas principais avenidas houve a diminuição e estamos trabalhando para que essa conscientização chegue também nas regiões periféricas”, explica Zangirolami.


A SLU disponibiliza o WhatsApp (86) 98886 -0153 para denúncias, envio de fotos, vídeos, informações sobre a placa do veículo e outros detalhes que auxiliam na identificação do infrator que pode ser multado, conforme previsto em lei.

O superintendente da SLU esclarece que o descarte de materiais de construção, poda de árvores, por exemplo, é de responsabilidade do próprio morador que deve contratar uma empresa especializada para limpeza e destinação correta.

“Em alguns casos, quando o morador não tem condições, a SLU se disponibiliza a fazer esse serviço. O que não pode é jogar lixo em qualquer lugar”, alerta.

Sobre o lixo doméstico, Timon mantém a coleta de lixo domiciliar três vezes por semana, e diariamente, nas principais vias.

Fonte: Coordenação Geral de Comunicação - CGCOM

Dê sua opinião: