Senado

“Fiz por convicção”: justifica Elmano após filiação virtual ao Progressistas

A filiação aconteceu na sede do Progressistas, em Teresina, mas o senador não apareceu

Senador Elmano Ferrer se filiou ao Progressistas via internet

Senador Elmano Ferrer se filiou ao Progressistas via internet Foto: Assessoria parlamentar

Ainda se recuperando de cirurgia recente no coração e seguindo as recomendações dos médicos,  senador Elmano Ferrer evitou a aglomeração e não apareceu na festa de filiação que o Progressistas preparou para recebe-lo, na manhã desta terça-feira (29), na sede do partido na zona Leste de Teresina.

Elmano exibe a ficha de filiação assinada
Foto: Assessoria parlamentar

O senador assinou a ficha de maneira remota em ato transmitido via internet até o local da festa, onde estavam as principais lideranças do PP e de outros partidos, entre elas o próprio Ciro Nogueira, deputada federal Iracema Portela, deputado estadual Júlio Arcoverde, presidente do Progressistas no Piauí; prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB); Kleber Montezuma, candidato a prefeito de Teresina; R. Silva, candidato a vice-prefeito da capital, e vereadores.


Aliados fizeram festa para Elmano, que não apareceu
Foto: Assessoria parlamentar


Elmano destacou a aliança com o senador Ciro Nogueira sobretudo para o desenvolvimento do Piauí, que será transformado em um canteiro de obras na área da infraestrutura.  “Fiz por convicção, na certeza de que dois senadores, Ciro Nogueira e Elmano Férrer, em um mesmo partido, vamos ter condições de trazer mais recursos como estamos fazendo agora. Acredito que minha filiação, ao lado do senador Ciro Nogueira, irá propiciar mais recursos e desenvolvimento para o nosso Piauí, transformando o estado em um canteiro de obras na área de infraestrutura com o auxílio do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas e o presidente Bolsonaro, grandes parceiros do nosso estado. Sigo convicto nessa nova caminhada com o Progressistas com mais trabalho para o avanço do Piauí’, discursou o senador. "Formamos um grande grupo de sustentação do presidente Jair Bolsonaro e com certeza construiremos juntos pelo nosso Piauí”.

Eleito para senador em 2014 pelo PTB, Elmano também foi do MDB entre os anos de 2017 e 2018, e depois do Podemos, onde estava até esta terça-feira.


O senador Ciro Nogueira entende que a chegada de Elmano "consolida a aliança do senador que mais trouxe recursos para o Piauí com o senador que mais tem se dedicado as grande obras, como o Elmano. Essa união é perfeita. Só quem ganha é o Piauí. Ele estará em nosso projeto de 2022. Tem vaga para os melhores. Somos a maior bancada de sustentação do presidente na Câmara. Agora  vamos ser a segunda no senado federal com sete senadores. Uma bancada importante aliada ao projeto do presidente Bolsonaro”.


Senador Ciro Nogueira discursa na festa para Elmano Ferrer
Foto: Assessoria parlamentar

Fonte: Redação

Dê sua opinião: