Senado

Senador Ciro Nogueira critica abandono da adutora do litoral

A obra foi iniciada no ano de 2017 e possui investimentos do BNDES e da Caixa Econômica Federal

Ciro critica abandono da Adutora do Litoral do Piauí pelo governo estadual

Ciro critica abandono da Adutora do Litoral do Piauí pelo governo estadual

O senador Ciro Nogueira (Progressistas), em vídeo publicado nesta segunda-feira (12), denunciou o descaso do Governo do Estado do Piauí com a construção da Adutora do Litoral do Piauí. Prevista para ter sua primeira etapa entregue no segundo semestre de 2019, a obra tem como órgão executor o Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) e a Agespisa, e atualmente está abandonada.


“Isto é o que deveria ser a Adutora do Litoral do Piauí. Obra iniciada em 2017 pelo Governo do Estado do Piauí, prometida várias vezes, inclusive para ser concluída esse ano. Mais uma promessa não cumprida. Foram investidos mais de R$ 58 milhões, provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Caixa Econômica Federal. A tubulação deveria ter uma extensão de 69,5 quilômetros. Mas o que se vê é mais um descaso por parte do atual governador”, denunciou Ciro. 

A obra em questão foi iniciada no ano de 2017, mas foi suspensa em razão do bloqueio de recursos por decisão da 5ª Vara da Justiça Federal do Piauí. Após decisão do desembargador federal Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRT), a liminar foi derrubada, liberando o repasse dos recursos. 

“Esta obra nos traz indignação e revolta, porque era para estar concluída há muito tempo, ela não está não é por falta de recursos, mas por falta de determinação, planejamento e competência [...] Faz vários anos que o governador fala em concluir a Adutora do Litoral. Tenha responsabilidade, bote a mão na consciência, venha terminar essa obra fundamental  para o desenvolvimento do estado do Piauí [...] Eu me coloco à disposição do senhor, junto com a bancada para nós resolvermos o mais rapidamente possível. O Piauí precisa, para se desenvolver, de obras estruturantes como essa”, finalilzou o senador.

Dê sua opinião: