Poderes

Réu é condenado pelo Tribunal do Júri em Parnaíba por assassinato em 2016

Luan Pereira Azevedo foi condenado a 18 anos de reclusão em regime fechado

Tribunal de Juri em Parnaíba

Tribunal de Juri em Parnaíba Foto: MPPI

O Ministério Público do Estado do Piauí, representado pelo promotor de Justiça João Malato Neto, obteve a condenação do réu Luan Pereira Azevedo, a uma pena de 18 anos de reclusão em regime fechado, em julgamento realizado na quinta-feira (22) na Comarca de Parnaíba.

Luan Pereira Azevedo foi julgado pelo crime de homicídio qualificado, por motivo fútil, com emprego de meio cruel e utilizando-se do recurso que impossibilitou a defesa da vítima (artigo 121, §2º, II, III e IV do Código Penal). O crime ocorreu em 24 de abril de 2016, por volta das 15h30min, no cruzamento das Ruas Paraná e Baixinha, bairro Bebedouro, município de Parnaíba. Na ocasião, o acusado participou do assassinato de Francisco Wellington Portela Nascimento.

Consta dos autos que o réu e a vítima tiveram uma discussão. Em seguida, Luan armado com um revólver calibre 32 abordou Francisco e disparou cinco disparos, à curta distância, acertando-o nas costas e na coxa, causando-lhe as lesões que lhe determinaram a sua morte.

“Este crime à época dos fatos causou grande repercussão na sociedade de Parnaíba/PI, onde a população clamava por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido”, pontua o promotor de Justiça João Malato.

Fonte: MPPI

Dê sua opinião: