Poderes

"Castra Teresina" busca parceiros para manter custos de cirurgias em cães e gatos

Pequenas, médias e grandes empresas podem contribuir com cotas que de R$ 250 a R$ 1 mil

Raíssa e Fernando buscam parcerias para o projeto Castra Teresin

Raíssa e Fernando buscam parcerias para o projeto Castra Teresin Foto: Divulgação

Iniciativa de instituições como o Lar do Nando e Grupo Amores de Patas, e da protetora independente Raíssa Rocha, a "Raíssa Protetora", o projeto Castra Teresina iniciou em agosto com o objetivo de controlar a natalidade de cães e gatos, combatendo, assim, o abandono e outras práticas nocivas aos animais.

De acordo com Fernando Machado, do Lar do Nando, por meio do projeto é possível que pequenas, médias e grandes empresas possam contribuir com cotas que vão de R$ 250,00 a R$ 1.000,00, sendo revertidos como propaganda para os negócios participantes nas redes sociais que compõem o projeto, que, atualmente, somadas, chegam a 100 mil seguidores.

 “Nós vamos divulgar as empresas parceiras que comprarem cotas e esses valores serão totalmente revertidos na castração de animais. Fizemos uma parceria com uma clínica para castrar os animais pela metade do preço comumente cobrado e já temos um cadastro de mais de 500 pessoas que solicitaram a castração de cães ou gatos”, explica.

Raíssa Protetora destaca que o projeto já atendeu cerca de 100 animais e, agora, o foco está na captação de mais recursos para a continuidade da iniciativa. “Além das empresas, pessoas físicas também podem nos ajudar. Teresina, por exemplo, tem a maior população de gatos entre as capitais. Esse trabalho de castração vai contribuir consideravelmente contra o abandono e outros maus-tratos aos animais”, conclui.

Fonte: Assessoria

Dê sua opinião: