Municípios

Ex-prefeito de Madeiro é preso em flagrante com três armas de fogo

Policiais do DHPP apreenderam as armas durante cumprimento de mandado de busca e apreensão

Ex-prefeito de Madeiro Zé Neto

Ex-prefeito de Madeiro Zé Neto Foto: Reprodução

Durante o cumprimento de dez mandados de busca e apreensão, na manhã desta sexta-feira (21), policiais civis do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), com o apoio das Delegacias de Luzilândia, Esperantina e Força Tática da Polícia Militar, prenderam em flagrante, por porte ilegal de três armas de fogo,  o ex-prefeito de Madeiro, José Casimiro de Araújo Neto, o "Zé Neto". Outros materiais também foram recolhidos e serão analisados pela Polícia Civil.

"Ele [Zé Neto] foi preso porque na residência dele foram encontradas três armas sem registro e em posse dele", adiantou o delegado Bruno Ursulino, que comandava a operação para dar cumprimento ao mandato judicial na casa do ex-prefeito.  

O coordenador do DHPP, delegado Francisco Costa, o "Baretta", explicou que a equipe do DHPP foi a Madeiro para cumprimento de ordem judicial como parte da investigação sobre a execução do prefeito de Madeiro, José Ribamar de Araújo Filho, o Zé Filho, no dia 28 de novembro de 2021.

O prefeito foi morto com três tiros de pistola [na cabeça, peito e abdômen] depois de assistir a uma partida de futebol na periferia de Madeiro. Zé Neto estava abrindo o carro quando foi executado por Felipe Anderson Seixas de Araújo, crime testemunhado por várias pessoas que estavam no local e também saiam do estádio onde ocorreu a jogo entre duas equipes que disputavam o campeonato municipal.

Felipe Anderson, que é réu confesso e está preso aguardando julgamento pela Justiça, era afilhado e ex-aliado político de Zé Filho.


O prefeito de Madeiro, José Ribamar de Araújo Filho, o Zé Filho, foi executado no dia 28 de novembro de 2021.
Foto: Divulgação

Fonte: DHPP

Dê sua opinião: