Wellington Dias exige respeito ao Piauí após declarações "inverídicas" de Bolsonaro

"Queremos respeito ao povo do Piauí", reagiu o governador sobre inverdades de Bolsonaro

Wellington Dias, Sebastião Martins e Themístocles Filho

Wellington Dias, Sebastião Martins e Themístocles Filho Foto: Jorge Bastos/CCom

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), reagiu às declarações do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou, na semana passada, que o Piauí é o estado mais pobre da federação.  As informações divulgadas pelo presidente não são verdadeiras, afirma o governador. “Da minha parte quero tratar sempre com respeito. E queremos respeito ao povo do Piauí".

Sobre investimento na área de vanádio, Wellington Dias lembra que foi pedida uma licença para uma pesquisa e esta foi liberada. “A empresa demorou nos prazos estabelecidos e não pediu a implementação. Não há nenhum pedido porque o estado sabe da importância de atender aquilo que é importante para o empreendedor", rebateu Wellington Dias, na manhã desta segunda-feira (20), ao chegar para a solenidade de abertura dos trabalhos no Judiciário. 

"O Piauí tem uma situação de erradicação da pobreza muito melhor. Isso por tudo que aconteceu nos últimos anos no Piauí.  É um povo livre que escolhe o que é melhor para sua vida. É preciso estabelecer a verdade", disse o governador.

O governador comentou a possibilidade da vida do ex-presidente Lula ao Piauí. "Há uma possibilidade real de Lula viajar pelo Piauí. Ainda não há uma data acertada".

Abertura dos trabalhos no Judiciário na manhã desta segunda-feiura (20)
Foto: Jorge Bastos/CCom  

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: