Poderes

Teresina é a quinta cidade do Nordeste no ranking de competitividade de municípios

Ranking avalia a capacidade de planejamento, articulação e execução na promoção do bem-estar social

Teresina é a quinta cidade do Nordeste em competitividade

Teresina é a quinta cidade do Nordeste em competitividade Foto: PMT

Teresina obteve o quinto melhor desempenho entre as cidades do Nordeste no Ranking de Competitividade dos Municípios, divulgado nesta quinta-feira (19). A competitividade no contexto da gestão pública diz respeito à capacidade de planejamento, articulação, e execução por parte do poder público na promoção do bem-estar social da sua população, tanto no atendimento das suas necessidades como na promoção de um ambiente econômico favorável.

Foram avaliadas as 405 cidades do Brasil com mais de 80 mil habitantes, das quais 88 estão no Nordeste. Na região, Teresina ficou atrás apenas de João Pessoa, Recife, Sobral e Fortaleza, tendo desempenho melhor do que outras capitais, como Salvador, São Luís, Maceió, Aracaju e Natal. “Esse resultado mostra como as políticas públicas aplicadas em Teresina tem sido efetivas na promoção de uma cidade mais desenvolvida, igualitária e com serviços de qualidade”, destaca Erick Amorim, diretor do escritório de representação da Prefeitura de Teresina em Brasília.

A capital do Piauí se destacou principalmente na dimensão institucional, que se refere à capacidade da gestão pública em criar bases para o desenvolvimento da cidade, através do bom funcionamento da máquina pública, boa gestão fiscal e participação ativa da sociedade civil.

“A Prefeitura de Teresina atua sempre de forma a manter as suas contas equilibradas, mantendo a folha de pagamento em dia e buscando formas eficientes para aumentar a sua capacidade de investimento, respeitando o equilíbrio fiscal”, explica Erick.

O ranking foi organizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP) e pela plataforma Gove, organizações da sociedade civil voltadas para a eficiência da gestão pública, e contou também com patrocínio do Sebrae. Na elaboração, foram considerados mais de 50 indicadores divididos nas dimensões institucional, social e econômica, atribuindo notas a cada um e, a partir destas avaliações, classificando as cidades dentro do ranking.

Fonte: PMT

Dê sua opinião: