Poderes

Luciano Nunes fala em renovação do PSDB no Piauí

O ex-deputado estadual avalia que agora é o momento do partido buscar uma renovação para a eleição estadual em 2022

Luciano Nunes critica nova manobra de Wellington Dias com aliados

Luciano Nunes critica nova manobra de Wellington Dias com aliados

O ex-deputado estadual e presidente do PSDB no Piauí, Luciano Nunes, afirmou que com a derrota do tucano Kleber Montezuma na disputa pela prefeitura da capital, o partido perde no estado sua principal base de sustentação política.  Das 224 prefeituras em todo o estado, o partido irá comandar, a partir de 2021, apenas um único município, Passagem Franca, onde o prefeito, Saulo Trajano, está coligado com o PSD, segundo partido em número de prefeituras no Piauí.

Mesmo com a derrota de Montezuma na capital, Luciano avalia que a legenda ainda permanece sendo a segunda maior força política de Teresina. No segundo turno da disputa, o candidato Kleber Montezuma obteve 142.941 votos, o que representa 37,69% dos votos válidos da capital.

Com a derrota no município, o presidente do partido afirma que o PSDB segue agora para a oposição em Teresina. “O PSDB vai estar onde a população colocou: na oposição. É preciso dar um tempo para se montar equipe, mostrar suas ações. Entendo que devemos fazer uma oposição responsável, crítica e construtiva”, afirmou.

Até o ano de 2022, segundo Luciano Nunes, o objetivo do partido será buscar novas lideranças para a legenda, além de refletir onde o partido errou e buscar novas estratégias. 

Dê sua opinião: