Poderes

“Prefeitura não tem um valor fixo em caixa” revela procurador-geral do município

Declaração foi dada antes da reunião realizada entre os membros da equipe de transição de Dr. Pessoa com os responsáveis pela transição da equipe do prefeito de Teresina, Firmino Filho

Raimundo Eugênio, Procurador Geral do município de Teresina

Raimundo Eugênio, Procurador Geral do município de Teresina Foto: Reprodução

O procurador geral do município de Teresina, Raimundo Eugênio, que coordena a equipe de transição da PMT, afirmou durante entrevista concedida momentos antes da reunião entre todos os membros das duas equipes de transição da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), que o caixa da PMT não possui um valor fixo, mas sim flutuante, devido aos recorrentes gastos e as arrecadações, características inerentes a um órgão como é a prefeitura da capital.

“A prefeitura, como é um órgão grande, ela tem um montante alto, que fica ‘flutuante’, nós estamos cumprindo a folha de pagamento agora, ela iniciou-se na sexta-feira, com o pagamento dos professores, que é dentro do mês. Iniciou com muitos outros órgãos que a Prefeitura de Teresina está pagando dentro do mês. Tem despesas contratuais [...] são várias despesas que o secretário de finanças está vingando, está cumprindo, então a prefeitura, como todo o órgão grande, ela não tem um valor fixo no caixa, ele é flutuante, porque a cada dez dias entra arrecadação”, explicou o procurador.

O início do processo de transição foi iniciado na manhã desta terça-feira (1), com a realização de um encontro entre os 7 membros nomeados pelo prefeito Firmino Filho (PSDB) e o 11 membros indicados pelo prefeito eleito, Dr. Pessoa (MDB). 

Confira a declaração do Procurador Geral do Município, Raimundo Eugênio:


Dê sua opinião: