Poderes

Governadores exigem que Anvisa explique porque não autorizou a importação da Sputinik

Consórcio Nordeste comprou 37 milhões de doses da Sputnik V, mas não pode receber

Governador do Piauí, Wellington Dias (PT)

Governador do Piauí, Wellington Dias (PT) Foto: CCom

Fórum dos Governadores do Nordeste e os governadores do Norte apresentaram um requerimento para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) explique o motivo da negativa da Anvisa de autorizar a importação da vacina russa Sputinik V. Os governadores exigem que a Anvisa exponha a documentação analisada para o emissão do relatório divulgado no começo da semana sobre a eficácia da vacina Sputnik V.

Segundo o governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, a iniciativa tem como finalidade proporcionar aos estados as condições de análise. “O requerimento foi feito por procuradores do estados, com base na lei brasileira. Diante do posicionamento da Anvisa de negar o pedido de importação da vacina russa, vemos a necessidade de analisar cada ponto. O Comitê Científico do Nordeste está trabalhando para compreender os posicionamentos divergentes, o que é crucial para a tomada de decisão sobre os próximos passos”, afirmou.

O Consórcio Nordeste realizou a compra de 37 milhões de doses da Sputnik e mais doze estados brasileiros pleiteiam a importação de 66 milhões de doses. No entanto, na última segunda-feira (26), os responsáveis por áreas técnicas da Anvisa avaliaram que o imunizante não conseguiu demonstrar sua segurança e eficácia, além de não serem enviadas informações cruciais para a análise do pedido.

Fonte: CCom

Dê sua opinião: