Poderes

Governador Wellington Dias diz que Índia proibiu envio de novas vacinas ao Brasil

A expectativa era que 4 milhões de doses do imunizante vindos da Índia fossem entregues no mês de março

Governador  diz que Índia proibiu envio de novas vacinas ao Brasil

Governador diz que Índia proibiu envio de novas vacinas ao Brasil

O governador Wellington Dias (PT), anunciou na tarde desta sexta-feira (5) que a Empresa Serum, com sede localizada na Índia, não irá cumprir com o cronograma de envio de vacinas contra a Covid-19, previstas para o mês de março.

“Recebi, com preocupação, a notícia de que a Serum, empresa da Índia que tem parceria com a Fiocruz e a Astrazeneca, não cumprirá o cronograma de envio de vacinas prontas para o mês de março. Estive em contato com a empresa e a justificativa é que o Governo da Índia, em vista da crise sanitária vivida no país, proibiu a exportação de qualquer vacina”,  lamentou.

Na tentativa de solucionar o problema, o governador anunciou que já entrou em contato com a presidente da Fiocruz, Nísia Andrade, buscando a ampliação da linha de produção de vacinas do instituto.

“O Brasil não pode fugir da realidade. Nesse instante o que precisamos é de mais vacinas! E quem pode nos atender é o Butantan e a Fiocruz, por isso todo o nosso apoio e o pedido para que o Ministério da Saúde ofereça a assistência necessária”, conclui o gestor. 

Dê sua opinião: