Poderes

Governador entrega medalhas no 198º aniversário da adesão do Piauí à Independência

Devido a pandemia de Covid-19, a solenidade aconteceu em Teresina, no Palácio de Karnak, diferente da tradição, onde a solenidade é celebrada na primeira capital do estado, Oeiras

Governador entrega medalhas no 198º aniversário da adesão do Piauí à Independência

Governador entrega medalhas no 198º aniversário da adesão do Piauí à Independência Foto: Ccom

O Governador Wellington Dias participou, neste domingo (24), das atividades alusivas às comemorações do 198º aniversário da adesão do Piauí à Independência. Neste ano, devido às recomendações sanitárias, o chefe do executivo estadual participou das cerimônias que ocorriam em Oeiras de forma on-line com a transmissão de missa e culto. O hasteamento da bandeira aconteceu de forma simbólica no Palácio de Karnak.

Wellington Dias lembrou a importância de celebrar este acontecimento histórico. “Hoje é a data em que foi formada a primeira junta governativa em Oeiras. Naquele momento se concretizou na prática a primeira governança depois da independência. O Brasil teve o 7 de Setembro, é preciso que o país compreenda que diversas regiões do Brasil ainda ficaram sob o jugo português. No Piauí, em 19 de outubro, tivemos a primeira manifestação da independência, feita por Simplício Dias e outros líderes na Praça da Graça, e outros movimentos em Piracuruca e Campo Maior onde houve a famosa Batalha do Jenipapo”, explanou.

O chefe do executivo estadual lamentou não poder ir presencialmente este ano a Oeiras, primeira capital do estado, mas explicou que tudo sede a questões de saúde pública. “Em razão da pandemia, a situação da regional de saúde de Oeiras está bastante grave. Por isso, nós tomamos a decisão de realizar simbolicamente este evento aqui mesmo em Teresina,  participando de forma on-line das celebrações e fazendo homenagem às pessoas que são os heróis do presente e orando também pelos heróis do passado. Ao mesmo tempo, pedimos a Deus que possa seguir abençoando o Piauí a fim de que possamos ser dignos desse sentimento de liberdade e democracia”, declarou.

Fonte: Ccom

Dê sua opinião: