Poderes

Fundação de Serviços Hospitalares anuncia mais 10 leitos de UTI Covid-19 no HGV

Novos leitos devem ser implatados no hospital nos próximos cinco dias, ampliando para 50 o número de UTIs Covid-19 no local

Ítalo Rodrigues, presidente da Fepiserh

Ítalo Rodrigues, presidente da Fepiserh

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) deve ganhar nos próximos cinco dias mais 10 leitos de UTI Covid-19, o anúncio foi feito pela Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh). Com as novas unidades,  o número de UTIs Covid-19 no hospital será ampliado para 50. Essa é a segunda ampliação de leitos que a Fepiserh faz nos últimos 15 dias. No final de fevereiro, outras dez UTIs voltadas exclusivamente para pacientes infectados pelo novo corononavírus foram implantadas também no HGV.

A abertura de novos leitos de UTI acontece num momento em que o Estado tenta evitar um colapso de seu sistema de saúde, com um aumento considerável no número de casos positivos e de mortes por causa da pandemia.

De acordo com o último boletim Covid-19, divulgado na noite de quarta-feira (3), no Piauí foram registrados 799 casos confirmados e 15 óbitos pela Covid-19 em 24 horas. Nesta quinta-feira (4), a taxa de ocupação de UTI do HGV é de 95%.

O diretor do HGV, Osvaldo Mendes, explica que o hospital está aguardando a habilitação dos leitos por parte do Ministério da Saúde, mas já está preparando a infraestrutura necessária para a implantação. “Além da estrutura, estamos com a equipe formada de médicos, enfermeiros, técnicos e  fisioterapeutas para atuar nessas novas unidades que chegam para atender a necessidade do estado”, pontua o diretor.

O presidente da Fepiserh, Ítalo Rodrigues, destaca o esforço que foi feito para ampliar o número de leitos, numa ação que ele classifica como "complexa". “É uma operação difícil porque exige uma equipe médica multidisciplinar com experiência em medicina intensiva e cuidados intensivos. Além desses recursos humanos, são necessários equipamentos como ventiladores, monitores, bombas de infusão e insumos que estão cada vez escassos no mercado”, pontuou o presidente.

Fonte: Ascom FEPISERH

Dê sua opinião: