Poderes

Firmino avalia o fechamento do hospital de campanha Pedro Balzi

O hospital iniciou as suas atividades no mês de maio, com 86 leitos disponíveis

Firmino avalia o fechamento do hospital de campanha Pedro Balzi

Firmino avalia o fechamento do hospital de campanha Pedro Balzi Foto: Reprodução

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (2)  que dará início aos estudos que irão avaliar a possibilidade de encerramento das atividades do Hospital de Campanha Pedro Balzi, estrutura instalada no ginásio de Badminton  da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

“O processo de queda da Covid-19 contínua desde julho deste ano. Os dados são bastante claros. Teremos uma reunião com o COE para estudar a possibilidade de fechamento do hospital de campanha Pedro Balzi. Houve um pedido oficial da Federação que é dona do espaço e lá só temos cinco pacientes”, disse o gestor.

O hospital de Campanha Pedro Balzi, o primeiro a entrar em funcionamento na capital, foi inicialmente projetado para receber 86 pacientes em sua estrutura. No início do mês de novembro, o atendimento da unidade hospitalar teve sua capacidade de atendimento reestruturada, passando a disponibilizar somente 30 leitos. Decisão se deu devido a queda na busca por atendimento.

Para o prefeito, conforme os dados apresentados até o momento, não existem evidências de uma segunda onda da doença na capital do estado. 

Em entrevista concedida nesta terça-feira (1), o governador Wellington Dias descartou a possibilidade de um novo “lockdown” no estado. Segundo o governador, a situação do Piauí é estável, com queda de 68% de casos confirmados e uma queda de 37% no número de óbitos. 

Conforme os dados da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi),  os casos confirmados no estado somam 128.432 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 2.644 e foram registrados em 197 municípios. Até agora, morreram 1.540 homens e 1.104 mulheres.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há 468 ocupados, sendo 284 leitos clínicos e 175 UTIs e nove em leitos de estabilização. As altas acumuladas somam 6.621. Os dados são desta terça-feira, 1º de dezembro.

Dê sua opinião: