Poderes

Dias compara fala de Bolsonaro contra uso da máscara a querosone para apagar fogueira

Bolsonaro propôs que seja dispensado o uso da máscara por quem já foi vacinado ou teve Covid-19

Governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias

Governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias Foto: CCom

Postada às 11h36

O governador do Piauí, Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste e coordenador da temática vacina do Fórum Nacional dos Governadores, disse que a proposta do presidente Jair Bolsonaro de dispensar o uso da máscara por quem já foi vacinado ou teve Covid-19 é igual ao jogar querosene em um incêndio enquanto todos tentam apagar o fogo.

"Uma declaração como essa é como estarmos em meio a um incêndio de grandes proporções no país, todo mundo trabalhando para apagar, e chega alguém e diz: 'joga querosene'", informou o governador ao jornal Folha de S.Paulo.



Wellington lembra que 75% dos brasileiros ainda não tomaram nem a primeira dose, a transmissibilidade do coronavírus ainda está descontrolada e muitos estados estão com UTIs cheias de pacientes infectados. Ele afirma que todos as unidades da Federação vão continuar recomendando o uso de máscaras, já que uma pessoa vacinada ainda pode pegar a doença e e transmitir o vírus.

Reação também no Senado

A fala do presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira, revelando que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um parecer sobre a liberação do uso de máscaras para pessoas já vacinadas ou que já tenham tido Covid-19 também repercutiu no Senado Federal.  Senadores de oposição criticaram a iniciativa do presidente da República.


Fonte: CCom

Dê sua opinião: