Poderes

Auditoria vai avaliar as políticas públicas de saúde para profissionais da segurança

TCE-PI quer saber como anda a saúde física e mental dos profissionais de segurança

Coronel Lindomar Castilho, comandante-geral da Polícia Militar do Piauí

Coronel Lindomar Castilho, comandante-geral da Polícia Militar do Piauí Foto: Reprodução/G1PI

Como está a saúde física e mental dos profissionais de segurança do Piauí? É o que quer saber o Tribunal de Contas do Estado do Piauí. A Divisão de Fiscalização Temática Residual – DFESP-3  está avaliando a efetividade das políticas públicas de saúde para estes profissionais.

Para isso, está sendo aplicado um questionário com integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros, Secretaria de Segurança e Polícia Técnico Científica.

De acordo com o chefe da Divisão João Luís Cardoso, o trabalho visa a avaliação de implementação de políticas públicas sobre a saúde física e psíquica dos profissionais de segurança no âmbito das Instituições de Segurança Pública do Piauí. “As informações levantadas visam à melhoria na qualidade de vida destes profissionais e por consequência a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população. O Levantamento também auxiliará a produzir informação acerca do impacto da COVID-19 no âmbito das corporações de Segurança Pública do Estado do Piauí”.

O questionário on-line deve ser respondido até o dia 20 de novembro e a participação é voluntária. “É muito importante a participação do maior número de pessoas. As informações fornecidas serão totalmente confidenciais. As respostas serão coletadas diretamente pela internet e armazenadas no servidor do TCE/PI”, enfatizou João.

Fonte: TCE-PI

Dê sua opinião: