Charges

Aprosoja prevê um recorde na produção de grãos com 6,5 milhões de toneladas em 2022

O otimismo é grande, mesmo com as dificuldades logísticas que pioraram por conta das chuvas

Rodovia Transcerrados no Sul do Piauí

Rodovia Transcerrados no Sul do Piauí Foto: CCom

O presidente da Aprosoja Piauí (Associação dos Produtores de Soja do Piauí, Alzir Neto,  anunciou que a expectativa dos produtores de grãos na safra 21/22 é de colher seis milhões e meio de toneladas no cerrado piauiense.

Mesmo com as dificuldades logísticas que pioraram por conta das chuvas que tem caído na região dos cerrados, o setor está otimista quanto ao no de 2022 aguardando mais uma vez que as promessas de investimentos se concretizem.

Entre os mais ricos
Alzir Neto destacou que o município de Baixa Grande do Ribeiro, a 580 km de Teresina, está entre os 50 de maior valor da lista dos 100 municípios mais ricos do agronegócio nacional ao lado de Uruçuí (61º), a 460 km da capital, no cerrado piauiense.  A lista foi divulgada pela nota técnica do Ministério da Agricultura.

Os 100 municípios classificados geraram em 2020 um valor da produção de R$ 151,2 bilhões, 32,0% do total, estimado em R$ 470,5 bilhões. O destaque desses municípios se dá pelo elevado valor da produção agropecuária e pelo valor do PIB municipal.

Assim como nos demais estados no caso do Piauí a soja, algodão e milho são os principais produtos responsáveis por este sucesso, devido aos altos níveis de tecnologia e de produtividade. A maior parte dos municípios com maior valor da produção situa-se em Mato Grosso, 35. No Nordeste apenas Piauí (2), Bahia (9), Pernambuco (1) e o Maranhão (2) figuram na lista.

Fonte: Aprosoja/Assessoria

Dê sua opinião:

Veja Também

Pulmão de Aço

Pulmão de Aço

Boa Notícia

Boa Notícia

Pinóquio da Educação

Pinóquio da Educação