Câmara Teresina

Venâncio Cardoso destina R$ 125 mil em emenda para a Fundação Wall Ferraz

Verba será usada para criação dos cursos de mecânica de bicicletas e confecção de roupas esportivas

Vereador Venâncio Cardoso (PSDB)

Vereador Venâncio Cardoso (PSDB) Foto: Assessoria parlamentar

O vereador Venâncio Cardoso (PSDB), destinou mais de R$ 125 mil em emenda parlamentar para que a Fundação Wall Ferraz (FWF) crie dois novos cursos na sua programação anual. Em um requerimento apresentado na manhã desta segunda-feira (29), o vereador pediu que fossem criados os cursos de mecânica de bicicletas e confecção de roupas esportivas.

Venâncio explicou, em seu discurso na Câmara, que a criação desses cursos contemplaria uma nova necessidade de trabalhadores qualificados que Teresina tem apresentado. De acordo com ele, essa necessidade tem se dado, por conta do crescimento de uma modalidade esportiva na cidade.

"Com a pandemia, o ciclismo passou a ter cada vez mais adeptos. Em Teresina é notável esse novo comportamento com relação ao esporte. Com isso nasce uma necessidade de ter profissionais que consertem bicicletas de básicas a profissionais. O mesmo vale com relação aos trajes para os esportistas. Os cursos seriam uma forma de contornar a situação de pessoas que perderam seus empregos devido à pandemia. Nossa cidade precisa incentivar a criação de novos empregos, mas também incentivar o empreendedorismo”, explicou Venâncio.

O uso das bicicletas como meio de transporte tem crescido em todo o Brasil, principalmente depois dos sucessivos aumentos de preços dos combustíveis, que elevaram o valor da passagem de ônibus.

De acordo com dados Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor de Bicicletas), em uma pesquisa realizada em maio de 2020, com mais de 40 empresas associadas à entidade, as vendas no país apontam para um crescimento de 93% se comparado com o mesmo período de 2019.

No Piauí, esse crescimento levou a Houtson Bike e Audax, fábricas de bicicletas do Grupo Claudino, aumentar o número de colaboradores por conta do aumento da demanda, ainda em agosto de 2020.

“Eu sei que o problema é muito maior, mas acho importante a gente pautar o aspecto econômico e cobrar da gestão municipal um planejamento da parte econômica, paralelamente ao da saúde. Eu tenho estudado novas formas para a retomada econômica na nossa cidade e a criação desses cursos para atender uma demanda, é nesse sentido”, finaliza o vereador.

Fonte: Assessoria parlamentar

Dê sua opinião: