Câmara Teresina

Sindicato convoca servidor da prefeitura para protesto na Câmara Municipal

Sindserm quer que projeto seja retirado de pauta para discussão com a categoria

Diretores do Sindserm no protocolo da Câmara Municipal de Teresina

Diretores do Sindserm no protocolo da Câmara Municipal de Teresina Foto: Sindserm

O Sindicato dos (as) Servidores (as) Públicos (as) Municipais de Teresina (SINDSERM) protocolou na Câmara Municipal um pedido de audiência pública para debater a proposta de Regime de Previdência Complementar apresentada pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT). Na manhã de segunda-feira (22), representantes da diretoria e assessoria jurídica da entidade compareceram na sede do Legislativo Municipal e convocaram a categoria para estar presente na quarta-feira (24) como forma de exigir que o projeto seja retirado de pauta e que haja discussão com a categoria.

“A solicitação se faz indispensável, uma vez que o IPMT realizou uma audiência ‘pública’ fake no dia 15 de outubro, sem convocar a representação dos principais interessados, que são os servidores municipais de Teresina. Na tal audiência não houve representação de nenhuma das entidades laborais que agregam servidores municipais”, afirma o SINDSERM Teresina em ofício. Assim, os quase 20 mil servidores municipais da capital estão sendo atropelados por mudanças radicais que afetam a vida de todos eles.

Diretores e assessores jurídicos do Sindserm na Câmara Municipal de Teresina
Foto: Sindserm

Em tramitação na Câmara, o projeto indica mudanças que alteram a concessão de aposentadorias e pensões, instituindo um regime de previdência complementar. O SINDSERM Teresina está convocando todos os servidores municipais a estarem presentes, a partir das 8h, nesta quarta-feira (24) e espera o trato democrático, bem como o amplo debate que a pauta exige em razão da repercussão que terá na vida profissional de milhares de trabalhadores.

Fonte: Sindserm

Dê sua opinião: