Osmar Jr. fala em vice para o PC do B; vereador petista acha cedo a discussão

A legenda faz parte da base aliada do governador Wellington Dias na capital

Presidente estadual do PC do B, Osmar Júnior e Vereador Dudu

Presidente estadual do PC do B, Osmar Júnior e Vereador Dudu

O secretário de Governo Osmar Júnior revelou os projetos do PC do B para as eleições municipais em Teresina no que se refere às alianças do partido e a possibilidade de indicação de vice na chapa encabeçada pelo deputado estadual Fábio Novo, pré-candidato à prefeitura de Teresina pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

 Questionado sobre o PC do B não vir a compor com o PT na formação de chapa do PT na disputa minoritária Osmar foi preciso ao afirmar que "a vice não é a questão decisiva para aliança com o PT".  

"Nós do PC do B defendemos que seja feito uma composição mais ampla possível. Não impusemos e nem vamos impor como condição de aliança a indicação do vice", afirmou o secretário de Governo Osmar Júnior.

Mesmo não impondo condições para que o PC do B apoie o Partido dos Trabalhadores na Capital, Osmar afirmou que as tratativas com o PT estão "bem encaminhadas e logo terão um desfecho".

Porém, o vereador Edilberto Borges (PT), o Dudu, criticou o Partido dos Trabalhadores (PT) em se fechar para os diálogos com demais legendas em busca de lançar uma chapa com o PC do B. O vereador defende que o partido aguarde o anúncio do candidato do Palácio da Cidade para que se consolide qualquer decisão.

“A oposição está tranquila. Vários partidos podem discutir conosco. Não é a pauta principal. O PCdoB é um aliado histórico. Tem muita aproximação com PT. Mas fora o PCdoB, têm outros. Temos que esperar a decisão do prefeito Firmino (Filho) e dos outros partidos para termos uma estratégia mais clara sobre a vice”, ressaltou Dudu.

Dê sua opinião: