Prefeito pede e Câmara antecipa feriado de 8 de dezembro para sexta

Feriado de Nossa Senhora da Conceição também foi antecipado pela PMT

Nossa Senhora da Conceição

Nossa Senhora da Conceição Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Teresina aprovou nesta quarta-feira (20) a mensagem com indicativo de projeto de lei do prefeito Firmino Filho, solicitando a antecipação para a próxima sexta-feira (22), do feriado do dia 08 de dezembro, consagrado à Nossa Senhora da Conceição [Iemanjá, no sincretismo religioso]. 

Com a medida, o gestor municipal pretende estimular o isolamento social na capital, tendo em vista que vem sendo verificado um afrouxamento no distanciamento social na cidade. “Temos uma situação cada vez mais dura. Nosso isolamento deu certo nas primeiras semanas, mas da quarta em diante foi diminuindo. A repercussão disso em Teresina já pode ser vista no aumento da quantidade de casos confirmados, leitos hospitalares ocupados e fatalidades com 42 óbitos já registrados”, disse o prefeito.

O prefeito destacou na mensagem que o isolamento é a única estratégia disponível para evitar uma contaminação em massa nesse momento de pandemia do coronavírus. O gestor lembra que os números mostram que a antecipação dos feriados surtiu um efeito positivo no isolamento social. “Já antecipamos feriados como do aniversário de Teresina, do dia do Piauí e tivemos bons índices de isolamento social. E avaliamos que é preciso manter essa estratégia para que possamos nos proteger e proteger a população”, disse o prefeito.

Firmino acrescenta que a doença está em ascensão e que é necessário continuar fortalecendo as ações que levam a uma maior taxa de isolamento, que é grande instrumental para evitar a propagação do vírus na cidade.

O boletim epidemiológico de Covid-19 desta terça-feira (19) aponta o registro de 58 novos casos confirmados e dois óbitos em Teresina nas últimas 24 horas. A capital soma agora 1.385 pessoas com teste positivo e 42 mortes causadas pelo novo coronavírus. Os dados são da Fundação Municipal de Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde do Estado (Sesapi).

Fonte: PMT

Dê sua opinião: