Câmara Teresina

Enzo Samuel "apaga" episódio da liderança e só tem palavras de agradecimento a Deus

"Se você me perguntar se eu cheguei a pensar em um dia ser presidente, eu lhe diria que nunca passou pela minha cabeça".

Vereador Enzo Samuel (PDT)

Vereador Enzo Samuel (PDT) Foto: Facebook

 Eleito para presidir a Câmara Municipal de Teresina a partir de janeiro de 2023, o vereador Enzo Samuel (PDT) considera superado o episódio da liderança. "É página virada".  

Enzo Samuel para que esqueceu a "fritura" do Palácio da Cidade e só tem palavras de agredecimento a Deus. “Quando eu comecei no movimento e aqui na Casa tenho um parceiro que começou comigo, o vereador Deolindo, eu nunca imaginava chegar a Câmara Municipal de Teresina. A gente estava naquele movimento lutando por algo que acreditava. Tudo isso fez parte de um projeto de Deus, de acreditar. Se você me perguntar se eu cheguei a pensar em um dia ser presidente, eu lhe diria que nunca passou pela minha cabeça. Foi uma construção”.





“Quando você aceita um convite para ser secretário, está se licenciado da função de vereador. Não tem como ser secretário e vereador. Não vejo nada demais. Quando você se afasta daqui [do mandato], você sabe que outra pessoa vai assumir seu lugar, que é ela que vai votar. Pode se articular ou não. Você corre o risco quando sai desta casa. Não houve desrespeito algum houve tempo hábil para se fazer construção política. Passei o dia ontem conversando com gente que falava que não sabia se votava ou não e se 28 vereadores de 29 votaram a maioria deve ser respeitada”, entende o presidente eleito.


Fonte: Redação

Dê sua opinião: