Câmara Teresina

Dudu contesta Graça Amorim: “Prefeitura renega a zona rural de Teresina”

A líder do prefeito afirmou que metade dos alimentos utilizados para a produção da merenda escolar dos alunos do município são oriundos dos produtores rurais

Vereador Edilberto Borges (PT)

Vereador Edilberto Borges (PT) Foto: Rennan de Sousa

O vereador Edilberto Borges (PT), o Dudu, apresentou requerimento de sua autoria aprovado na Câmara Municipal de Teresina na última quarta-feira (23) no qual solicitou mais informações da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) sobre a compra da merenda escolar da rede municipal de ensino. O pedido veio após declarações da líder do prefeito na câmara, a vereadora Graça Amorim (Progressistas) que afirmou que 50% dos alimentos utilizados para a produção da merenda escolar são oriundos da agricultura familiar.


“A base do prefeito Firmino Filho (PSDB) afirma que 50% da merenda escolar é oriunda da agricultura familiar. Porém, o retrato que temos é o do abandono da zona rural por parte do prefeito Firmino, onde não temos a realização de incentivos aos moradores da região”, contesta o vereador.

“Eu digo sempre que a zona rural de Teresina é desassistida  e abandonada ao longo dos 34 anos de gestão do PSDB em Teresina. Eles simplesmente negligenciaram com a zona rural de Teresina. Temos a maior zona rural proporcional do Brasil. 80% do território de Teresina é zona rural e menos de 20% da população  mora na zona rural. [...] Pedi as informações quanto foi que compraram em 2017, 2018, 2019 e 2020 para que a gente possa saber o que foi adquirido da agricultura familiar, e com certeza vai comprovar o que eu tenho dito, que a prefeitura renega a zona rural da nossa cidade”, completou o vereador petista.

O requerimento solicitando mais informações sobre a compra de alimentos dos produtores rurais  pela PMT foi aprovado na sessão da Câmara Municipal de Teresina  da  última quarta-feira (23) e as informações devem ser apresentadas pela gestão dentro das próximas semanas. 


Fonte: Assessoria parlamentar

Dê sua opinião: