Câmara Teresina

Na abertura das sessões na Câmara prefeito afirma que já fez muito por Teresina

Dr. Pessoa criticou os "desafetos" de sua gestão, mas "sem jogar pedra em A nem em B"

Prefeito José Pessoa Leal abre o ano legislativo na Câmara Municipal de Teresina

Prefeito José Pessoa Leal abre o ano legislativo na Câmara Municipal de Teresina Foto: Rômulo Piauilino / Semcom

Na sessão de abertura do 2º Ano Legislativo da 19ª Legislatura da Câmara Municipal (CMT), realizada no Plenário José Omatti, na manhã desta terça-feira (8), o prefeito de Teresina, José Pessoa Leal (MDB) defendeu a união dos Poderes para superar os problemas enfrentados no atual momento no país. "Dr. Pessoa" não esqueceu os adversários. 

"A mensagem é de trabalharmos cada vez mais unidos para que, nesse momento de dificuldade causado pela pandemia e de declínio econômico, trabalhemos juntos, pois os resultados serão maiores. O Legislativo continuará sendo respeitado pelo Executivo pois apesar de serem independentes, temos harmonia total”, discursou o prefeito.


O orador criticou os "desafetos", mas sem nominar ninguém. Pessoa se referiu de maneira velada ao vice-presidente do Cidadania, ex-secretário de Planejamento da Prefeitura de Teresina, Washington Bonfim. O Cidadania protocolou na Câmara um pedido de "impeachment" do prefeito por improbidade administrativa.

"Eu lamento, não era nem para eu falar, tem um que não teve eficiência, competência, anda atacando o prefeito diuturnamente. Não quiseram ele aqui, foi para São Paulo, não quiserem, voltou pra cá, não quiseram, foi para Timon, não quiserem e fica atacando diuturnamente. Tem preparo de título, teórico, mas não tem de cidadania, não tem preparo republicano", citou, sem citar nomes [Washington Bonfim foi secretário da prefeita Dinar Veloso, em Timon]. "Não estou jogando pedras no prefeito anterior, não, eu citei a pandemia, eu citei a dificuldade econômica, em nenhum momento da minha fala, mesmo em superficial, mas não foi de jogar pedra em A nem B”.


“Fizemos muito, mas sabemos que ainda temos muito mais por fazer, porque os desafios que herdamos são gigantescos. São gigantescos, mas não são intransponíveis, se temos determinação e método para agir. Vamos avançar na concretização de projetos com os quais nos comprometemos desde que assumimos essa gestão”, acrescentou.

“Queremos construir 100 poços tubulares, se houver necessidade fazer 150 a 200 poços faremos. Se o Exército falhar, vamos procurar uma empresa”, prometeu.  "Estamos focados em ter resultados bem melhores do que aquele que tivemos no ano passado, que foi um ano de dificuldades. Vamos destravar o que estava travado", garantiu.

Palavra do presidente

“Esta casa é a ressonância da sociedade e o palco das grandes discussões e, graças a Deus, estamos buscando, cada vez mais, essa harmonia entre os poderes, pois quem ganha com isso é a cidade e a população. Os problemas são grandes, mas os enfrentamos de pé. É isso que o prefeito e todos os vereadores têm buscado: união para resolver os problemas”, ressaltou o presidente da Câmara, vereador Jeová Alencar (MDB).

Fotos:  Rômulo Piauilino / Semcom

Dê sua opinião: