Câmara Teresina

Audiência pública discute medidas para melhorar a segurança pública em Teresina

Vereadora Fernanda Gomes quer ampliar postos da Guarda Civil Municipal nos bairros

Vereadora Fernanda Gomes na Câmara Municipal de Teresina

Vereadora Fernanda Gomes na Câmara Municipal de Teresina Foto: Assessoria parlamentar

Nesta segunda-feira (6) a Câmara Municipal de Teresina realizou  uma audiência pública Virtual para discutir medidas a serem tomadas para melhorias da segurança pública em Teresina. A audiência foi proposta pela vereadora Fernanda Gomes (Solidariedade).

Durante a audiência, Fernanda Gomes apresentou a proposta  de ampliar os  postos da Guarda Civil Municipal (GCM) nos bairros periféricos, proporcionando também a realização de patrulhas na região. Outra medida apontada foi a ampliação do  moto patrulhamento da GCM com recurso de emenda parlamentar, além de também promover ações sociais de educação e combate às drogas.  

“Vou lutar junto com os representantes da segurança de Teresina pela criação do Fundo de Segurança Municipal e do Conselho de Segurança Municipal, pois é importante que tenhamos recursos para fomentar a nossa segurança local”, afirmou a vereadora.

A audiência também debateu a criação do aplicativo de monitoramento “The Segura” com informações dos próprios moradores para a criação de alertas, a exemplo do aplicativo SP+ Segura da cidade de São Paulo.

Vereadora Fernanda Gomes (Solidariedade)
Foto: Assessoria parlamentar

“Nossa audiência foi muito válida, onde podemos tocar em pontos cruciais e buscar soluções para trazer segurança aos cidadãos teresinenses. Estou me colocando interinamente para fazermos tudo que está a nossa disposição pra trazermos mais segurança para Teresina”, afirmou Fernanda Gomes.

Participaram da Audiência Pública Virtual o coronel-comandante da Polícia Militar, Lindomar Castilho; o secretário de Segurança Pública do Estado do Piauí, Coronel Rubens da Silva; o coordenador de Segurança Pública, Social e Patrimonial do Município, coronel Francisco Nixon Lopes; o comandante da GCM, André Viana; o coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público (CROCRIM), Luciano Lopes; o presidente da Comissão de Segurança Pública e Diretor Penal da OAB-PI, João Marcos Parente.

Fonte: Assessoria parlamentar

Dê sua opinião: