Municípios

Sesapi capacita profissionais da região dos Carnaubais para manejo clínico

Médicos e enfermeiros também foram atualizados sobre o Programa Nacional de Controle ao Tabagismo; o cuidado com a saúde do idoso e diabetes mellitus

Sesapi capacita profissionais da região dos Carnaubais para manejo clínico da hipertensão arterial

Sesapi capacita profissionais da região dos Carnaubais para manejo clínico da hipertensão arterial

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Coordenação de Atenção à Saúde do Adulto e Idoso, realizou esta semana capacitação em manejo clínico da hipertensão arterial sistêmica, destinada aos profissionais da atenção primária à saúde da região dos Carnaubais.

Durante o evento, os médicos e enfermeiros também foram atualizados sobre o Programa Nacional de Controle ao Tabagismo; o cuidado com a saúde do idoso e diabetes mellitus.

Para a coordenadora Estadual de Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso, Luciana Sena, as metas terapêuticas são importantes para os pacientes hipertensos e diabéticos.

“É importante destacar que foi abordada a importância que o alcance de metas terapêuticas junto aos pacientes hipertensos e diabéticos representa um grande desafio de saúde pública. São doenças prevalentes na população brasileira em que o manejo clínico, os cuidados diários e o tratamento são realizados pelos profissionais de saúde na Atenção Primária, que tem um papel importante como ordenadora da Rede de Atenção à Saúde e coordenadora do cuidado”, afirma.

A capacitação contou com ampla participação dos profissionais de saúde de 100% dos municípios da região de saúde, totalizando 28 médicos e 39 enfermeiros capacitados na atenção à saúde dos pacientes hipertensos, diabéticos e idosos.

"Outro ponto importante, é que a população está envelhecendo, e o profissional de saúde deve estar apto ao atendimento integral de saúde do idoso, com vistas a identificar precocemente os principais problemas de saúde nesta população para intervir adequadamente e ampliar a qualidade de vida desta população", finalizou.

Fonte: SESAPI

Dê sua opinião: