Municípios

Segurança pública ganha reforço de 340 motocicletas para patrulhamento ostentivo

Foram investidos R$ 9,5 milhões na compra dos veículos

Coronel Rubens Pereira,  secretário de Segurança

Coronel Rubens Pereira, secretário de Segurança Foto: Chico Alberto

As ações de segurança pública e combate ao crime organizado vão ganhar dois novos reforços agora em maio. Além de 340 motocicletas que passam a integram o motopatrulhamento ostensivo nas principais cidades do Piauí, 40 bikes vão circular nos locais de grande concentração de pessoas em Teresina – praças, parques, academias populares, pistas de corridas e caminhadas - onde ocorrem os assaltos e outros crimes.

O secretário de Estado da Segurança Pública, coronel-PM Rubens Pereira, explica que já existe um planejamento de segurança consolidado, advindo de estratégias orçamentárias já estabelecidas pelo governo.
“Já há um planejamento em andamento que não pode ser alterado, mas o governo estadual, a governadora Regina Sousa, dá o seu tom, dando continuidade às obras ainda não concluídas, como reformas de delegacias, construção de unidades de segurança pública integradas no interior do Estado.

Motos

A primeira determinação da governadora, adianta o secretário, é a conclusão das ações que estavam em andamento, “algumas aquisições que iniciamos na gestão passada e que vamos concluir agora. Uma das prioridades que a governadora determinou é o motopatrulhamento. Nós já entregamos 50 motocicletas e vamos entregar mais 340”.
Serão 300 motos, no valor de R$ 9,5 milhões, oriundos do Tesouro Estadual, já autorizados e com a empresa contratada.

“Queremos concluir (a entrega das motos) até o final do mês que vem. Também mais 44 (motos) provenientes de emenda parlamentar, para implementar e intensificar o motopatrulhamento nos grandes centros urbanos, como Teresina, Parnaíba, Floriano, Picos, Correntes, São Raimundo Nonato.  O curso de treinamento de motopatrulhamento, sob a coordenação do tenente-coronel Newmarcos, já iniciou no domingo (24), lá na Rone. Vamos começar com 40 motos em Teresina, mas com essa intenção de levar também para o interior do estado”, afirmou.

Rubens Pereira ressalta que o motopratulhamento é uma atividade mais flexível do policiamento ostensivo, que é conciliado com as rondas em viaturas. “Vamos intensificar em Teresina e Parnaíba que estão respondendo mais gravemente de mortes violentas nas estatísticas no Piauí”.


Bicicletas

O secretário lembra que em 37 anos de Policia Militar já viu o uso de bicicletas em patrulhamento ostensivo, “inclusive quando eu entrei lá atrás, já havia essa modalidade de policiamento, que aproxima o policial do cidadão, é um policiamento de mais proximidade. Essa é a ideia da governadora, ter uma polícia comunitária. A polícia tem que descer do carro para se aproximar mais da população. Serão 40 bicicletas que iremos colocar, que vão se aliar ao patrulhamento que já existe em veículos, aéreo, montado... um conjugado de modalidades que se concentram para esse enfrentamento da violência. O patrulhamento em bicicleta não será geral, mas em situações específicas, como praças, locais de caminhada. Quem estiver na bike vai estar munido de equipamentos para contato imediato com as viaturas, para que eles possam atuar. Não é uma invenção. Já existe patrulhamento em bicicletas no Japão, nos Estados Unidos, em São Paulo... e a Polícia do Piauí já teve essa tipo de patrulhamento. O que tem incomodado a população são os crimes contra o patrimônio. Roubo de celular, assaltos no ponto de ônibus na ida e na volta para casa, para escola, para o trabalho. Nessa ida e volta a polícia tem que estar presente nesses locais de concentração de pessoas, no ambiente de convivência, quando é necessária a atuação do policiamento ostensivo”.

"Resultados aparecerão"

Sobre a atuação do crime organizado, o coronel afirmou que ações conjuntas estão acontecendo, em parceria com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária federal e  “os resultados aparecerão”.

“O que nós temos que fazer é uma reação, o enfrentamento desse crime organizado, com a inteligência, com policiamento ostensivo. Já determinei à Força Estadual de Segurança Pública que mantivesse as operações lá no litoral, em harmonia com o coronel comandante geral da Polícia Militar, coronel Scheivann, que já enviou tropas para lá para reforçar o policiamento ostensivo. São medidas de segurança pública que nós vamos continuar fazendo... e resistindo”, prometeu o secretário.

Fonte: SSP-PI

Dê sua opinião: