Municípios

Regina Sousa inaugura obras e anuncia investimentos em Lagoa de São Francisco

Foram entregues as novas instalações da Universidade Aberta do Piauí (Uapi)

Novas instalações da Universidade Aberta do Piauí em Lagoa do São Francisco

Novas instalações da Universidade Aberta do Piauí em Lagoa do São Francisco Foto: CCom

A governadora Regina Sousa visitou nesta sexta-feira (29) o município de Lagoa de São Francisco, na região norte do Piauí, onde inaugurou obras e anunciou investimentos em diferentes áreas. Na zona urbana da cidade, foram entregues as novas instalações da Universidade Aberta do Piauí (Uapi), um equipamento moderno que reforça o compromisso com a descentralização do ensino superior com qualidade.


“Tudo novinho. Dá gosto entrar e estudar na biblioteca, já visitamos o laboratório. É mais uma obra do Governo do Estado, do PRO Piauí nos municípios, fortalecendo o ensino superior” avaliou Regina Sousa.


A oferta de ensino superior nos 224 municípios piauienses é uma das principais marcas alcançadas pelo Governo do Piauí na área da educação. Pra modernização do polo de Lagoa do São Francisco, foram investidos R$ 120 mil. A governadora deixou autorizadas a perfuração de um poço e construção de um auditório para a Uapi.


“Além de toda climatização trouxemos equipamentos novos. A biblioteca tá climatizada e reformada. O espaço é todo climatizado, um ambiente que tem ginásio poliesportivo, refeitório, enfim. O polo vem valorizar ainda mais a oferta de ensino da escola”, pontuou o secretário da Educação, Ellen Gera.

O prefeito de Lagoa de São Francisco, João Arilson, ressaltou a importância de investir na educação para o desenvolvimento do município. Ao tempo em que agradeceu, deixou um pedido à governadora Regina. “Nosso polo foi um dos primeiros do Piauí, implantado ainda pelo ex-governador Wellington Dias. Já temos concluindo uma turma do curso de administração. Nosso pedido a governadora é que a partir do ano que vem possamos ter outros cursos, não só administração. Temos jovens que precisam cursar inglês, português e até mesmo curso profissionalizante”, solicitou o prefeito.




Na zona rural de Lagoa de São Francisco, Regina Sousa entregou título coletivo de terra na comunidade indígena Nazaré, uma reivindicação antiga daquele povo. A área compreende 172 hectares, beneficiando 142 famílias, 452 pessoas. No ato foi lembrada a luta iniciada pelo Cacique Henrique, apoiado pelas novas gerações de descendentes indígenas.

“Poderemos fortalecer a agricultura familiar, fomentar a renda das nossas famílias da nossa comunidade. Pra nós é uma alegria muito grande e um momento histórico”, declarou Gardênia Nascimento, presidente da associação dos povos indígenas Tabajara, Tapuio e Itamaraty.




“É muito importante para que eles se sintam seguros que ninguém vai tirar isso aqui deles, que podem produzir tranquilamente”, frisou Regina Sousa.

Na comunidade, através da Secretaria da Agricultura Familiar (SAF), o governo entregou 30 kits de irrigação para fomentar a agricultura familiar. A governadora conheceu o Projeto de Emprego e Geração de Renda no Campo (Progere II) executado pela SAF, com acompanhamento técnico do Emater, que está beneficiando diretamente 27 famílias, com projetos de avicultura, além de uma roça agroecológica de 13,5 hectares. O investimento foi de R$ 170 mil.


 

 A SAF tem outras ações na comunidade. “Temos uma obra de R$ 670 mil que vai beneficiar várias comunidades com calçamento, como a Sossego e Engano de Baixo. Isso vai proporcionar uma melhor qualidade de vida, além do escoamento da produção”, acrescentou Patrícia Vasconcelos, secretária da SAF.


Fonte: CCom

Dê sua opinião: