Municípios

Pré-candidata Viviane Moura confere o sucesso do projeto Mimbó Conectado em Amarante

Viviane visitou a comunidade quilombola Mimbó e concedeu entrevista para emissoras de rádio

Piauí Conectado na comunidade quilombola Mimbó, em Amarante

Piauí Conectado na comunidade quilombola Mimbó, em Amarante Foto: Divulgação/Assessoria

A pré-candidata a deputada federal Viviane Moura (Solidariedade) esteve na cidade de Amarante, na manhã desta quinta-feira (14). Ela visitou a comunidade quilombola Mimbó e concedeu entrevista para emissoras de rádio de Amarante.

Viviane Moura falou de sua alegria em saber que o Projeto Mimbó Conectado, fruto da maior PPP de conectividade do Brasil que ela liderou, está dando certo, com resultados muito positivos. Ela destacou que o Mimbó é a primeira comunidade quilombola conectada com rede de fibra óptica, com banda larga fixa no Brasil.

Segundo ela, na comunidade Mimbó foi lindo ouvir as crianças dizerem que hoje têm mais incentivo para os estudos, que elas voltaram para a escola com estímulo, após receberam tablet, internet para fazer pesquisa. "O mais interessante foi ver que essas crianças estão usando o tablet da forma mais apropriada possível, sabendo que o recurso da internet veio para ajudar a vida delas", comemora Viviane Moura.

Ela acrescentou que também é importante conservar a história da comunidade Mimbó, mantendo o povo unido e hoje com uma perspectiva muito real de que eles podem mudar de vida a partir da conectividade.

Viviane frisou que em Amarante, através do Piauí Conectado, existem praças com ponto de internet gratuita. Ela enfatizou que sabe da capacidade que a internet tem de mudar a vida das pessoas e lembrou que a comunidade Mimbó tem toda uma história de luta, de fuga, busca e defesa, mas estava isolada, sendo desconhecida, mas agora dispõe de internet e de outros projetos que ela executou quando estava a frente da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) para um maior desenvolvimento e qualidade de vi

Fonte: Divulgação/Assessoria

Dê sua opinião: