Municípios

Feira Agro Inov Tech movimenta produtores e criadores de Picos no final de semana

Houve palestras, exposições e atividades das cadeias produtivas do caju, mel, ovinos e caprinos

Feira Agro inov Tech em Picos

Feira Agro inov Tech em Picos Foto: SAF

Produtores de várias regiões do Piauí e do Nordeste participaram, de quinta-feira a sábado (18), da Feira Agro Inov Tech, na cidade de Picos. Eles acompanharam palestras, exposições e atividades culturais em torno das cadeias produtivas da cajucultura, apicultura e criação de ovinos e caprinos. Tanto as cadeias produtivas como o evento recebem o apoio do Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF).

Para o superintendente de Apoio às Cadeias Produtivas da SAF, Simão Oliveira, a feira é uma oportunidade de troca de experiências e de apresentar os trabalhos desenvolvidos pelo Governo do Estado voltados para a cultura do mel, caju e a criação de caprinos e ovinos, principalmente por meio do Projeto Viva o Semiárido (PVSA).

“É uma feira que apresenta alternativas em tecnologia e inovação, especialmente nas áreas da cajucultura, apicultura e criação ovinos e caprinos. O Governo do Piauí, por meio da SAF, é um dos patrocinadores do evento e montou aqui um estande para apresentar as ações de fomento a essas cadeias produtivas. O Piauí é um estado de muito potencial e pode crescer ainda mais com gestão, capacitação e tecnologia, esse é o propósito do evento”, comenta Simão.




Segundo um levantamento feito pelo Ministério da Economia, no ano de 2021, o Piauí foi responsável pela produção de 31,7% de todo o mel exportado pelo país durante o primeiro bimestre do ano. Dentre os principais destinos do mel piauiense, estão os Estados Unidos, Europa, Ásia e África.

“O Piauí é um dos maiores exportadores de mel do Brasil e o Projeto Viva o Semiárido (PVSA) tem grande contribuição nesse resultado. Foram investidos R$ 12,5 milhões em 40 projetos de apicultura no Piauí, além da realização de cursos de formação, manejo e aperfeiçoamento. O PVSA também desenvolveu projetos produtivos de caprinos e ovinos, levando conhecimento e apoio, principalmente para as populações mais pobres. Isso gera renda e fortalece as cadeias produtivas”, comemora o gestor.

Fonte: SAF

Dê sua opinião: