Prazo para renegociação das dívidas dos produtores rurais foi prorrogado

Júlio César, coordenador da bancada do Nordeste, trabalhou para viabilizar a prorrogação do prazo

Deputado Júlio César é o coordenador da bancada do Nordeste na Câmara Federal

Deputado Júlio César é o coordenador da bancada do Nordeste na Câmara Federal

O prazo para renegociação das dividas dos produtores rurais junto aos bancos públicos foi prorrogado. A Câmara Federal aprovou o destaque que tratava sobre essa questão. O coordenador da bancada do Nordeste, deputado federal Júlio César, desenvolveu um trabalho para viabilizar a prorrogação para dar maior apoio a produção agrícola e pecuária.

Júlio César mobilizou os parlamentares, principalmente do Nordeste, para que os bancos pudessem renegociar as dividas e dar incentivo à produção.

“A lei foi objeto de estudo por mais de um ano e meio em 2014 e 2015 pela bancada do Nordeste, que presidimos. Fizemos isso com as federações de produtores, bancos e o governo que virou a Lei 13.340”, explicou o deputado no plenário da Câmara.

Ele disse que quer oportunizar para os produtores rurais que foram penalizados pelas secas subsequentes na região. “Eram 846 mil operações no valor de R$ 22 bilhões que foram incluídos na lei. Foram negociadas 360 operações e não teve tempo para negociar mais. Por isso, queremos reativar”, assinalou Júlio César.

O deputado frisou que os produtores serão beneficiados pela prorrogação do prazo para a renegociação. “Nós articulamos com o Governo e com o Ministério da Fazenda para prorrogar por mais, pelo menos, um ano e para que os agricultores possam negociar suas dívidas”, destacou, dizendo que a vigência da lei acabou no dia 31 de dezembro do ano passado.

Júlio César ainda quer a desburocratização para que os produtores possam renegociar as dívidas em qualquer agencia bancária. “Votamos sim pelo Nordeste. Votamos sim pelo Norte. Votamos sim pela produção no país todo”, finalizou o deputado.

Dê sua opinião: