Coordenador da bancada do Nordeste acredita que 2020 é o ano da virada na região

Júlio César considera que os estados nordestinos receberão mais ações do governo federal

Júlio César colocou as reivindicações para o representante do Governo Bolsonaro

Júlio César colocou as reivindicações para o representante do Governo Bolsonaro

O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos, participou da reunião da bancada do Nordeste nesta quarta-feira (27) a convite do coordenador da bancada, deputado federal Júlio César (PSD). Na ocasião, o general Ramos confirmou o desenvolvimento do Projeto Nordeste com a injeção de recursos na região, e a retomada de obras que estavam paralisadas. Júlio César acredita que 2020 é o ano da retomada do crescimento no país e da virada das ações no Nordeste.

O deputado Júlio César lembrou das dificuldades financeiras do Governo, mas pediu uma divisão maior do bolo tributário, mais investimentos e mais incentivos para a região Nordeste. As emendas impositivas foram liberadas pelo Governo, mas os parlamentares da região, que são 151 deputados, querem a liberação das emendas autorizativas para aplicação em infraestrutura dos nove estados nordestinos.

O deputado falou da conclusão da ferrovia Transnordestina, da aprovação do 1% do bolo tributário para os municípios no mês de setembro, da prorrogação da lei de renegociação das dividas dos produtores rurais por mais um ano, dentre outros questionamentos. “Queremos a política de resultados e cobramos esse foco do governo em resultados para a região Nordeste. Acreditamos nessa retomada do crescimento, porque, apesar do déficit público, a inflação e os juros estão caindo, reduziu o Risco Brasil, aumentou o número de empregos e a economia está dando sinais de revitalização”, destacou Júlio César.

“O ano de 2020 é o ano da virada. O PIB deixou de ser negativo. A economia está dando sinais de crescimento. Os indicadores econômicos estão dando uma reviravolta. Essa reviravolta se dá ainda mais pela confiança do povo nessa mudança”, adiantou o coordenador da bancada.

O General Ramos adiantou que está viajando o Nordeste todo com o Projeto Nordeste, que foi desencadeado pelo presidente Jair Bolsonaro sem muito alarde, mas o projeto visa injetar recursos e políticas públicas, além de retomar as obras que estavam paradas, de forma a beneficiar, sobretudo, os municípios.

“Os deputados têm suas responsabilidades com suas bases e, apesar do ano financeiro difícil, liberamos as emendas previstas para os deputados e buscamos atender as demandas solicitadas democraticamente. Meu nome é Ramos, mas se você escrever ao contrário vai ser Somar. E é isso que queremos, contribuir”, comentou o general Ramos.

“Já liberamos R$ 4 bilhões para o Nordeste, tem a cessão onerosa e as obras que estamos retomando. Somente as ações do Ministério da Cidadania com o Bolsa Família e o Beneficio da Prestação Continuada (BPC) são injetados R$ 35 bilhões por ano na região Nordeste. Mas todos os problemas se resumem a dinheiro. Estamos ouvindo e tentando entender e resolver as demandas”, complementou o general.

Fonte: Ascom

Dê sua opinião: