Alepi

Polo Cerâmico do Poti Velho em Teresina será revitalizado pelo Governo do Estado

Além do artesanato, os turistas poderão provar da gastronomia piauiense nos restaurantes do local

Deputado estadual Franzé Silva (PT)

Deputado estadual Franzé Silva (PT) Foto: Thiago Amaral/Alepi

O Polo Cerâmico de Teresina passará por uma revitalização para atrair um maior número de turistas, disse, na sessão plenária desta terça-feira(2), o deputado Franzé Silva (PT), vice-presidente da Assembleia Legislativa, ao informar que participou de reunião com representantes da Prefeitura de Teresina, da Equatorial Energia Piauí e do Comando Geral da Polícia Militar do Piauí para tratar sobre o assunto.


Franzé Silva afirmou que o policiamento na área do Polo Cerâmico, que fica localizado no bairro Poty Velho, na zona Norte de Teresina, será ampliado para que os visitantes possam frequentar aquele local com maior segurança. Ele destacou que, além do artesanato, os turistas poderão provar a gastronomia piauiense nos restaurantes do Polo Cerâmico.


VISITA – O deputado Francisco Limma (PT) e Franzé Silva registraram a visita a Teresina, na quarta-feira (3), do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está em campanha como candidato à Presidência da República.

Francisco Limma agradeceu ainda o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, por tê-lo recebido em audiência, quando solicitou a adoção de providências da Prefeitura de Teresina visando melhorar o funcionamento das escolas na zona rural do município.



SESSÕES - Ainda na sessão plenária, o deputado estadual Themístocles Filho (MDB), presidente da Assembleia Legislativa do Estado (Alepi), reforçou a importância da frequência dos parlamentares durante as sessões da Casa.

O deputado Nerinho (PT) solicitou a concordância da Mesa Diretora da Assembleia para que sejam realizados descontos nos salários dos parlamentares que faltarem às sessões deliberativas das terças e quartas-feiras. O presidente da Casa esclareceu que o referido procedimento já está sendo adotado pela Alepi.

Fonte: Redação/Alepi

Dê sua opinião: