Alepi

Lucy Soares quer triplicar o valor do auxílio para bares e restaurantes no Piauí

Proposta foi apresentada durante reunião da CCJ nesta terça-feira (23), e recebeu parecer favorável do relator

Deputada estadual Lucy Soares

Deputada estadual Lucy Soares

A deputada estadual Lucy Soares, propôs durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Piauí, realizada nesta terça-feira (23), através da Emenda Modificativa ao PLO 05/2021,  propondo que o valor do auxílio emergencial, que será pago pelo Governo do Estado do Piauí aos trabalhadores do setor de bares, restaurantes e eventos, seja ampliado para R$ 3.150, divididos em três parcelas de R$ 1.050. A  proposta causou polêmica entre os deputados da base do governo.

O valor divulgado anteriormente pelo secretário estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, é de R$ 1 mil, que será pago em duas parcelas de R$ 500.  De acordo com a deputada Lucy, após analisar o projeto atentamente, ela observou que a quantia não atende às necessidades dos trabalhadores durante a pandemia da covid-19. 

“Através do diálogo com as categorias que compõem a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Piauí, concluímos que seria necessário realizar modificações no projeto para que o auxílio possa, de fato, amenizar as dificuldades que as categorias vêm enfrentando. Além do aumento no valor a ser pago aos trabalhadores, propomos que os donos de estabelecimentos tenham direito a um auxílio no valor de R$ 600,00 mensais, por cada trabalhador mantido em seu quadro de funcionários.  E também recebam R$ 1 mil, em cota única, para que possam quitar suas dívidas’’, acrescenta a deputada. O texto da emenda contém ainda a sugestão de inclusão dos microempreendedores individuais entre os beneficiários do projeto de ajuda financeira. 

Após parecer favorável do relator do projeto, o deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas), os deputados da base do governo causaram polêmica na reunião ao pedirem que o projeto fosse retirado de pauta.  A justificativa é que a emenda precisa ser melhor analisada antes de ser posta em votação.

Dê sua opinião: