Alepi

Limma pede investigação de laudos médicos e atestados falsos de comorbidade

Pessoas sem comorbidades estariam conseguindo se vacinar usando laudos e atestados falsos

Deputado estadual Francisco Limma (PT)

Deputado estadual Francisco Limma (PT) Foto: Thiago Amaral/Alepi

O deputado estadual Francisco Limma (PT) pediu na sessão plenária desta terça-feira (25) na Assembleia Legislativa, o encaminhamento de ofícios à Delegacia Geral de Polícia Civil, à Superintendência da Polícia Federal, ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público Federal averiguações sobre a possível existência de atestados e laudos falsos de comorbidades que permitem às pessoas receberam a vacina da Covid-19. Pessoas com saúde normal estariam conseguindo se vacinar usando documentos falsos.

O próprio Conselho Regional de Medicina já alertou para o caso, lembrando aos seus membros que esta prática constitui falta grave à ética médica, caso esteja ocorrendo.

O deputado B. Sá (PP) pediu ao governador Wellington Dias que determine à Secretaria de Transportes a construção do aeroporto de Oeiras, que está com a ordem de serviço assinada desde 2017 e até agora a obra não foi iniciada apesar das constantes cobranças da sociedade e das autoridades locais.

“O nosso aeroporto foi interditado em 2015 e precisa ser reconstruído, mas a ordem de serviço assinada em 2017 nunca foi cumprida. Estamos falando é de desenvolvimento regional, mas o governo parece sabotar as obras. E ainda se apropia do que não fez, como o crescimento do PIB graças à produção agrícola onde o governo não investiu nada, foram apenas os agricultores do Sul do Estado que sequer tem estradas”, lamentou.

A deputada Flora Izabel (PT) propôs a realização de uma audiência públicas nas comissões da Mulher e dos Direitos Humanos e Joventude, no dia 10 de junho, para discutir as políticas públicas e sociais no combate ao feminicídio, cujo dia transcorre em 27 de maio. Sobre a mesma temática, o deputado Severo Eulálio pediu ao Governo do Estado que promova a instalação de uma Delegacia Especializada de Proteção aos Direitos da Mulher, em União.

O deputado João de Deus (PT) pediu que seja agendada uma data para que o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, compareça à Assembleia Legislativa para apresentar o balanço financeiro do Governo relativo ao primeiro quadrimestre deste ano.

A deputada Teresa Britto (PV) solicitou a realização de uma audiência pública na Comissão de Saúde e Comissão de Administração Pública para discutir a situação dos servidores contratados precariamente pela Secretaria Estadual de Saúde. Ela também pediu à Secretaria de Desenvolvimento Rural de Teresina que perfure um poço tubular no assentamento rural na localidade Serra Dourada e a revitalização das hortas comunitária na periferia da capital.

A parlamentar do PV também pediu a recuperação da quadra poliesportiva no bairro Beira Rio, zona Sudeste de Teresina, à Strans uma faixa de pedestre e um sinal na avenida Mirtes Leitão, no bairro Alto da Ressurreição e, à Secretaria de Segurança a intensificação do policiamento no centro comercial das 5 às 9 horas da manhã.

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: