Alepi

Lígia Melo e Freitas Neto lembram a amizade e alegria do ex-governador

a irmã do ex-deputado, Lígia Melo, e o ex-governador Freitas Neto, homenagearam Guilherme

A irmã de Guilherme,  Lígia Melo conversa com o governador Wellington Dias

A irmã de Guilherme, Lígia Melo conversa com o governador Wellington Dias Foto: Thiago Amaral/Alepi

Durante o velório do ex-governador Guilherme Melo, que acontece no Salão Nobre Deputada Francisca Trindade, da Assembleia Legislativa, a irmã do ex-deputado, Lígia Melo, e o ex-governador do Piauí, Freitas Neto, homenagearam o falecido.

Segundo Lígia Melo, Guilherme era um homem alegre. “Foi impactante, porque foi algo muito súbito. Descobrimos em 28 de dezembro que ele estava doente, e após quatro meses, nós o perdemos. Eu , que resido em Fortaleza, passei todos esses meses vindo toda semana para acompanhar de perto o tratamento. Nossa mãe, que tem Alzheimer, infelizmente não pode vir”, disse.

“Pra nós é uma perda irreparável. Guilherme era uma pessoa alegre, sorridente, simpático, não dizia não. Eu não conheço o Guilherme triste, só o Guilherme alegre. Vai deixar uma lacuna muito grande em nossos corações”, finalizou Lígia Melo.

O ex-governador Freiras Neto também homenageou Guilherme Melo. “Guilherme era uma unanimidade no ponto de vista de amizade, Eu não conheço uma pessoa que não gostasse dele. Todos os que estavam em seu entorno viravam amigos e admiradores, por sua forma cativante. E ele também teve uma vida pública vitoriosa. Foi membro desta Casa, como deputado estadual, foi suplente de deputado federal chegando a assumir, foi secretário de Esta\do, foi vice-governador no meu Governo, chegando a assumir quando renunciei para concorrer ao Senado. Desse modo, ele deixa muita saudade e vai fazer muita falta aos amigos e aos Estado”, lamentou Freitas Neto.

O velório de Guilherme Melo prossegue no Salão Nobre Deputada Francisca Trindade, da Assembleia Legislativa, mas é restrito à família. O enterro acontece no final da tarde, no Cemitério São José, na zona Norte de Teresina.

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: