Alepi

Gabinete Militar da Assembleia Legislativa forma a primeira turma de defesa pessoal

Foram graduadas 14 alunas servidoras da Alepi e já há previsão de continuação do curso em 2024

Assembleia Legislativa do Piauí formou a primeira turma do curso de defesa pessoal para mulheres

Assembleia Legislativa do Piauí formou a primeira turma do curso de defesa pessoal para mulheres Foto: Paulo Pincel

O Gabinete Militar da Assembleia Legislativa realizou na manhã desta terça-feira (12), a cerimônia de entrega dos certificados e das faixas cinzas do 1º Curso de Defesa Pessoal para Mulheres.

Em março de 2023, entre as ações da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), em comemoração ao Dia das Mulheres, houve uma demonstração de defesa pessoal e, após isso, foi iniciado o curso.




O coronel Hudson Lima, diretor-chefe do Gabinete Militar, explicou que o curso foi elaborado pelo sargento Valterli Melo, que uniu técnicas de diversas artes marciais para compô-lo. Lima enalteceu a iniciativa, afirmando que “a autodefesa é importante para a vida. Se aprende técnicas de combate, se aprende a defesa física, se aprende o autoconhecimento. Coisa que a arte marcial traz consigo”.


Foram seis meses de curso, com as aulas sendo realizadas às quintas-feiras, das 10h às 12h. Foram graduadas 14 alunas e já há previsão de continuação para 2024. Valterli Melo disse que essas aulas são “uma inovação, principalmente porque é a primeira vez que acontece na Assembleia”.




Antes da entrega das faixas e certificados, houve uma palestra com a major Antônia, do Gampol. Ela fez uma linha do tempo das conquistas dos direitos das mulheres, partindo de 1827, quando as meninas foram liberadas para frequentar escolas, e encerrando em 2018, quando a importunação sexual passou a ser considerada crime.




A major também fez uma rápida abordagem sobre a Lei Maria da Penha, especificando alguns tipos de violência, como expor a vida íntima, ridicularização, isolamento - como proibir de falar com amigos, manipulação, forçar a relação sexual, controlar o dinheiro e violência física - como atirar objetos.



Fonte: Alepi

Dê sua opinião: