Alepi

Prefeitura fez economia com a suspensão do passe estudantil, diz Fábio Novo

Para o parlamentar, o objetivo foi abater o débito milionário que a PMT possui com as empresas de transporte público da cidade

Deputado estadual Fábio Novo (PT)

Deputado estadual Fábio Novo (PT) Foto: Reprodução

O deputado estadual e ex-candidato a prefeito de Teresina pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fábio Novo veio a público criticar a gestão tucana em Teresina, com relação a duração da suspensão do passe estudantil no transporte público da capital. O benefício estava suspenso desde o mês de abril, mas na segunda-feira (16) a prefeitura revogou a medida.

Para o deputado, a suspensão por tanto tempo do passe estudantil na capital foi uma estratégia adotada pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB,) com o objetivo de gerar economia para os cofres públicos durante a pandemia.

“Firmino foi cruel com os estudantes e idosos. Aproveitou a pandemia para suspender esse direito, economizar e abater o débito milionário que PMT tem com as empresas. Daí o prefeito cinicamente vem dizer que Teresina não gosta do PT. E gosta disso? Me poupe!”, disparou o petista.

Segundo Fábio, os idosos também foram prejudicados com medidas semelhantes. “Os idosos também estão sem o passe livre! E tá tudo bem! Como essas pessoas se locomovem? E se precisar de uma consulta? Como vai pro supermercado? Como se virou nesse período?”, questiona o parlamentar.

 Com o novo decreto municipal, a liberação do passe estudantil deve ser estendida a todos os estudantes independente do nível. A suspensão do passe livre para idosos ainda permanece.

Dê sua opinião: