Deputados aprovam mensagens do Executivo em sessão virtual

A Assembleia Legislativa vota as matérias em ambiente virtual a partir desta segunda-feira (23)

Sessão virtual da Assembleia Legislativa do Piauí

Sessão virtual da Assembleia Legislativa do Piauí Foto: Paulo Pincel


A Assembleia Legislativa do Estado do Piauí realizou, na manhã desta segunda-feira (23), a primeira sessão virtual em videoconferência via sistema Cisco System, através do Aplicativo WEbEx. Os 30 deputados podem acessar o sistema remotamente no horário da sessão.  Os deputados podem acessar a sala de conferência e a reunião é transmitida pela TV Assembleia (canal 16) e também poder ser acompanhada pelo site Alepi  www.alepi.pi.gov.br.

A Diretoria de Tecnologia da Informação da Alepi implantou o sistema e cadastrou todos os 30 parlamentares para o acesso à plataforma. A empresa de tecnologia disponibilizou, para as instituições de todo o mundo, salas de conferência com até 100 usuários. Isso permite a realização de reuniões para deliberações e tem ajudado as instituições em relação as providências em que são necessárias a participação de várias pessoas, como é o caso das casas legislativas.

Três mensagens do Governo estão na pauta da votação nesta segunda-feira. Uma delas é a Mensagem que reduz o ICMS sobre produtos usados na prevenção do novo coronavírus (Covid-19), como álcool em gel (70%), luvas e máscaras cirúrgicas e hipoclorito de sódio.

Outra mensagem é a que cria o auxílio-alimentação para os servidores efetivos e comissionados do Estado, que já estava pronta para apreciação em plenário.

A outra mensagem a ser votada é o projeto de Decreto Legislativo n°11/2020, oriundo da Mensagem n° 13, de 19 de março de 2020, que reconhece a situação de calamidade pública decretada pelo governador Wellington Dias para o enfrentamento da Covid-19.

A sessão virtual será aberta pelo presidente Themístocles Filho (MDB). O 2º secretário da Mesa, deputado Marden Menezes (PSDB), fará a leitura das mensagens. Após isso a sessão, que é extraordinária, será suspensa e uma reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) será aberta para que os deputados analisem as mensagens, que logo depois voltam ao plenário virtual para aprovação das matérias.

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: