Alepi

Deputada do PV defende a adoção de um plano de ação contra queimadas no Piauí

Teresa Britto criticou a gestão da secretária do Meio Ambiente, Sádia Castro

Deputada estadual Teresa Brito (PV)

Deputada estadual Teresa Brito (PV) Foto: Thiago Amaral/Alepi

A deputada Teresa Britto (PV) propôs, nesta quinta-feira (23), que o Governo do Estado, através da Secretaria de Meio Ambiente (Semar), elabore um plano de ação visando combater as queimadas no Piauí, como as registradas nas regiões Sul e Sudeste, atingindo os Parques Nacionais da Serra da Capivara e da Serra das Confusões.

Teresa Britto afirmou que as queimadas são recorrentes no Piauí e que a secretária do Meio Ambiente, Sádia Castro, não adota medidas visando impedir que ocorram anualmente. “São anos para que os biomas se recuperem das queimadas e o Governo precisa conscientizar a população através de campanhas sobre como evitar que ocorram”.

A deputada espera que a secretária Sádia Castro compareça à audiência pública, que ocorrerá na Comissão de Defesa do Consumidor, do Meio Ambiente e de Acompanhamento dos Fenômenos da Natureza, para prestar esclarecimentos sobre o que tem sido feito pelo Governo do Estado para combater as queimadas.

“Um dos encaminhamentos da nossa audiência pública será no sentido de reunir os deputados da Comissão de Meio Ambiente para ir aos locais das queimadas e precisamos saber se houve abertura de inquérito para apurar se elas foram criminosas ou não. Vou reunir um grupo de ambientalistas e de professores para ir comigo a esses locais, se os integrantes da comissão não quiserem ir”, assinalou.

Teresa Britto lembrou que, este ano, as queimadas começaram mais cedo, no mês de junho, e que até agora, no final de setembro, a Secretaria do Meio Ambiente ainda não se manifestou sobre as medidas adotadas para combater os incêndios.

“As queimadas emitem gás poluente, aquece o clima e trazem muitos malefícios para a população”, afirmou Teresa Britto, ressaltando que sempre teve preocupação com a preservação do meio ambiente, incluindo a proteção dos animais e o combate aos lixões a céu aberto.

“Tem recursos no Ministério do Meio Ambiente e outros órgãos, mas falta vontade política para elaboração de projetos de defesa ambiental. Na Semar, infelizmente, só existe ocupação de cargos e não ações concretas. Poderemos nos reunir com a APPM para tratar sobre a preservação do meio ambiente nos municípios piauienses”, propôs a deputada.

A oradora destacou ainda que no Dia da Árvore (21/09) não viu nenhuma mensagem da Secretaria do Meio Ambiente sobre a importância da árvore para a humanidade, que, dentre outras coisas, contribui para combater a poluição do ar.

Teresa Britto denunciou ainda que a cidade de Altos, situada a 40 quilômetros de Teresina, tem uma escola que está desmoronando e pediu que a Prefeitura de Altos faça um convênio com a Secretaria Estadual de Educação para a reforma daquele estabelecimento de ensino.

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: