Alepi

Comissões aprovam o Plano de Cargos e Carreira e Salários dos servidores do Emater

A matéria estava em vista conjunta concedida aos deputados Evaldo Gomes e Teresa Britto

Deputado estadual Franzé Silva (PT-PI)

Deputado estadual Franzé Silva (PT-PI) Foto: Thiago Amaral/Alepi

Em reunião conjunta realizada na manhã desta terça-feira (15), as Comissões de Constituição e Justiça e de Administração Pública e Política Social votaram e aprovaram uma série de projetos que tramitavam na Assembleia Legislativa, entre elas, a Mensagem nº 52, do Governo do Estado, que cria o Plano de Cargos, Carreira e Salários dos servidores do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater).

A matéria estava em vistas conjunta com a deputada Teresa Britto (PV) e o deputado Evaldo Gomes (Solidariedade). A deputada do Partido Verde se manifestou contrária a tramitação do Projeto alegando que as categorias não foram contempladas. Em resposta, o deputado Franzé Silva (PT) lembrou que audiências públicas aconteceram para a discussão do Projeto com os servidores.

“Recebi a visita de sindicato dos servidores da Emater. Esse é um Projeto extenso que precisa ser melhor discutido. Os técnicos da Emater vão receber menos que o salário mínimo”, argumentou Teresa Britto.

“Esse Plano já está atrasado. Realizamos audiência pública e discutimos com a categoria. Precisamos votá-lo”, defendeu Franzé Silva.

O presidente da CCJ, deputado Severo Eulálio (MDB), deu prosseguimento à votação e o projeto foi aprovado com o voto contrário do deputado B. Sá (PP) e seguiu para a Comissão de Administração, onde foi aprovado por unanimidade.

Administradores – Também foi aprovado por unanimidade o Indicativo de Projeto de Lei, de autoria do deputado Fábio Novo (PT), que regulamenta e cria o piso salarial do profissional de administração no Estado do Piauí.

Participaram das reuniões das comissões técnicas os deputado Severo Eulálio (MDB), B. Sá (PP), Franzé Silva (PT), Gessivaldo Isaías (Republicanos), Francisco Limma (PT), Ziza Carvalho (PT), Teresa Britto (PV), Firmino Paulo (PP), João de Deus (PT), Evaldo Gomes (Solidariedade) e Dr. Hélio Oliveira (PL).

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: