Alepi

Assembleia Legislativa aprova Orçamento de 2021 em R$ 16,2 bilhões

As áreas da Saúde e Educação serão as que receberão o maior percentual dos recursos

O PLOA foi aprovado pelos deputados por unanimidade

O PLOA foi aprovado pelos deputados por unanimidade

A sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado realizada na manhã desta terça-feira (15) aprovou, por unanimidade em 1º e 2º votação e Redação Final, o Projeto de Lei Orçamentária Anual do Estado (PLOA) para 2021 com aumento linear de 3,5% nos recursos destinados aos Poderes.

Segundo o deputado Francisco Limma (PT), relator da matéria nas Comissões Técnicas da Casa, explicou que o PLOA 25/2020 estima a receita total do Estado em R$ 16,2 bilhões e as receitas correntes líquidas, após feitas as deduções constitucionais, em R$ 13,2 bilhões, o que representa um aumento de 1,69% em relação a 2020. Ele afirmou ainda que 14,05% dos recursos serão aplicados na área de saúde, enquanto 29,73% se destinarão ao setor educacional.

O Plenário da Casa aprovou ainda os nomes que vão compor o Conselho Estadual de Educação. O nome de Acácio Salvador Veras Silva recebeu 19 votos, Danílio César Moraes da Silva (18 votos), Carlos Alberto Pereira da Silva (19 votos), Kleber Gonçalves de Sousa (19 votos), Viviane Fernandes Farias (19 votos),  Adriana de Moura Silva (18 votos), Rita de Cássia M. Mendonça Santos (19), Francisco Guedes Alcoforado Filho (16 votos), Janaína Mapurunga B. de Miranda (18 votos) e Ana Rejane da Costa Barros (18 votos favoráveis).

Títulos de Cidadania – O Plenário aprovou, com 19 votos favoráveis, oito Projetos de Decreto Legislativo propostos pelos deputados estaduais concedendo cidadania piauiense a personalidades.
 
O deputado Zé Santana (MDB) teve aprovada proposição que concede título aos Srs. Gilmar Shinelli Pereira, Ivanildo Coutinho de Sousa, José Mário Tomazini, Francisco Roberto Tomazini, Roberto Busatto, Paulo Danto Neto e Alzir Pimentel Aguiar Neto. Também foi aprovado o Projeto de Decreto Legislativo de autoria do deputado Cel. Carlos Augusto (PL) que concede título de cidadania ao Sr. Pierre Tadeu Perensin.

Fonte: Alepi

Dê sua opinião: