PODER

Wellington Dias volta a chamar de "enganação" a lei sobre combustíveis

"Enganaram os caminhoneiros e agora estão querendo enganar o povo brasileiro", disse

Governador do Piauí, Wellington Dias, na visita à nova maternidade de Teresina

Governador do Piauí, Wellington Dias, na visita à nova maternidade de Teresina Foto: CCom

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), voltou a chamar de "enganação" as acusações de Bolsonaro sobre a culpa dos governadores pelo preço elevado dos combustíveis no Brasil . Foi durante a visita à nova maternidade de TEresina, na manhã desta quarta-feira (20).

“É uma enganação. Lá atrás enganaram os caminhoneiros e agora estão querendo enganar o povo brasileiro e ainda querem colocar a culpa nos governadores. Nós governadores não vamos aceitar enganação", avisou.

Dias admitiu que os governadores desistiram de acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) para a retomada do Fundo de Equalização de Combustíveis, que estabiliza o preço da gasolina no valor de R$ 4,50. 

“Infelizmente não podemos judicializar, porque foi uma Lei aprovada em 2016, voltada para facilitar em 2016 voltada para facilitar a venda Petrobras e Eletrobrás, veja que por um lado aumenta o preço do combustível e da energia e de outro aumenta o lucro do setor privado que passou a ser dono das empresas. O que apostamos que a solução passa ministro da Economia e pelo Congresso Nacional”, entende Wellington Dias.

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: