PODER

Wellington Dias discute estratégia para vacinação dos piauienses contra a Covid-19

A reunião em Brasilia foi com o diretor-executivo do Consórcio de Desenvolvimento do Nordeste, Carlos Gabas

Governador Wellington Dias como o diretor-executivo do CID-NE, Carlos Gabas

Governador Wellington Dias como o diretor-executivo do CID-NE, Carlos Gabas Foto: CCom

Uma reunião na sede do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Nordeste, em Brasília, entre o governador do Piauí, Wellington Dias (PT) e o diretor-executivo do CIDNE, Carlos Gabas, nesta quinta-feira (24), discutiu as estratégias para a aplicação da vacina contra o novo coronavírus, assim que a mesma estiver disponível, respeitando as demandas e particularidades de cada estado e município.

“Nós firmamos há alguns dias a adesão do Piauí ao protocolo do Consórcio Nordeste para a futura aquisição de 50 milhões doses da vacina produzida na Rússia. Nosso objetivo é termos condições de produção e distribuição, garantindo a vacinação em uma velocidade satisfatória, respeitando, obviamente, todas as etapas e regramentos estabelecidos pela Anvisa”, adiantou o governador, após o encontro como diretor do Consórcio Nordeste. 

Também foi discutida a regulamentação do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que entra em vigor a partir de janeiro próximo.  O plano do Nordeste para retomada da economia, no pós-pandemia, integrando estados e municípios da região foi o terceiro assunto em debate. 

“Acredito que o processo de recuperação econômica para diretamente pela ação do Estado, com o fomento de obras nas áreas de infraestrutura de escolas e hospitais, habitação, grandes obras estruturantes e pavimentação de rodovias. Isso estimula a contratação de pessoal, gera demanda de insumos e produtos manufaturados e gira a roda do comércio. Somente o setor público caminhando na frente é que o setor privado volta a se movimentar. Precisamos nos preparar para essa etapa”, defendeu Dias.

Fonte: Paulo Pincel/CCom

Dê sua opinião: