PODER

Wellington anuncia a chegada nesta terça-feira de mais 35 mil doses da vacina Pfizer

"São 35.100 doses da Pfizer para continuarmos nosso plano de imunização", comemorou Wellington Dias.

Vacina da Pfizer contra a Covid-19

Vacina da Pfizer contra a Covid-19 Foto: A7 Press/Folhapress

O governador do Piauí,  Wellington Dias (PT), postou mensagem no Twitter na tarde desta segunda-feira (7), anunciando  a chegada de mais 35 mil doses da vacina da Pfizer ao estado nesta terça-feira (8). "Seguimos com esperança em dias melhores! Mais vacinas devem chegar ao Piauí amanhã (08). São 35.100 doses da Pfizer para continuarmos nosso plano de imunização", comemorou Wellington Dias.

No domingo (6), Wellington Dias se reuniu com a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para tratar sobre a elaboração do aditivo do contrato relativo ao RDIF, o Fundo Soberano Russo, com o qual os estados do Nordeste adquiriram 37 milhões de doses da vacina Sputinik V.

“O aditivo é para acertar o primeiro lote de vacina para 1% da população, com o sistema de monitoramento e pesquisa sobre resultado, com cerca de 1.000.000 de doses para os 17 Estados do Nordeste e Amazônia e 64.000 doses para o Piauí. Também sobre a definição do cronograma sobre as 10 milhões de doses previstas para junho e 20 milhões de doses previstas para julho e agosto”, adiantou o chefe do Executivo.

A reunião ainda tratou da organização para cumprir as regras da Anvisa, que dispõem sobre o transporte, recebimento e certificação/ liberação da Anvisa e distribuição para os Estados compradores.

“É uma vitória do povo brasileiro a autorização pela Anvisa da vacina Sputinik, o que assegura as condições do contrato do Consórcio do Nordeste e da Amazônia Legal da compra de 37 milhões de doses. Já fizemos agenda com a PGE para tratar do aditivo do Fundo Soberano Russo, e vamos ter agenda com os secretários de saúde para tratar sobre as recomendações feitas pela Anvisa. Na terça-feira (08) ainda teremos agenda com o Fundo Soberano Russo para poder garantir o cronograma de entrega de vacinas para que possamos seguir salvando vidas”, finalizou.

Fonte: Redação/CCom

Dê sua opinião: