PODER

Técnicos e representantes do partidos definem metas do plano de governo de Rafael

Objetivo é aprofundar as discussões para a consolidação das prioridades para a próxima gestão

Reunião da comissão encarregada de elaborar o plano de governo de Rafael Fonteles

Reunião da comissão encarregada de elaborar o plano de governo de Rafael Fonteles Foto: Assessoria

A Comissão Pluripartidária, encarregada da elaboração do plano de governo do pré-candidato a governador, Rafael Fonteles, realizou, na noite desta terça-feira (10), uma  avaliação preliminar das propostas já elencadas como prioridade pelo Partido dos Trabalhadores objetivando aprofundar as discussões para a consolidação das metas para os próximos quatro anos de gestão. A Comissão é formada por representantes de todos os partidos da base aliada e por técnicos, inclusive do atual governo.

O reunião foi comandada pelo coordenador da pré-campanha de Rafael Fonteles, Chico Lucas, e contou com nomes como o recém filiado ao PSB, Washington Bonfim, a coordenadora Estadual de Políticas para as Mulheres, Zenaide Lustosa, a pré-candidata a deputada estadual Nayara Moraes Silva, além de representantes do PT, PCdoB, MDB, SDD, PSD, PROS, Rede, PSB e PV.

A versão preliminar da proposta do plano de governo e o processo de construção participativa foi apresentado aos membros da Comissão. “No encontro reforçamos a necessidade de manutenção da metodologia utilizada na construção do plano de governo, que é baseada na participação dos representantes do povo, das entidades, de dirigentes, gestores e diversos especialistas que contribuíram voluntariamente, enquanto cidadãos e cidadãs, para oferecer soluções viáveis, alinhadas às necessidades da população e ao propósito de unir desenvolvimento e justiça social”, disse Chico Lucas, justificando a participação dos técnicos da atual administração estadual como forma de definir o plano de governo dando continuidade aos projetos e ações em andamento na gestão pública.

Os representantes dos partidos reforçaram a importância do documento sob o ponto de vista eleitoral, como ferramenta eficiente de comunicação e orientador das políticas públicas a serem desenvolvidas pelo futuro governo.

No encontro, também foram definidos os prazos para envio de propostas e sugestões,  para a consolidação e a deliberação das contribuições dos partidos para o plano de governo de Rafael Fonteles.

Fonte: Assessoria

Dê sua opinião: