PODER

Robert Rios dispara: "Silvio Mendes é o pior mal que pode acontecer para Teresina”

Robert Rios avisa que combate a Sílvio Mendes será sistemático e permanente

Robert Rios é vice-prefeito e secretário municipal de Finanças

Robert Rios é vice-prefeito e secretário municipal de Finanças

O vice-prefeito de Teresina, Robert Rios Magalhães, em entrevista aos jornalistas na manhã desta quarta-feira (19), avisou que o PSDB será combatido por ele nestas eleições. "Silvio Mendes é o pior mal que pode acontecer a cidade de Teresina”, disparou.

Rios destaca que o prefeito José Pessoa Leal (MDB) está sinalizando que vai para o Partido Liberal, o que não significa necessariamente que ele vá apoiar o candidato a governador do PSDB, Sílvio Mendes, que terá como vice a deputada federal Iracema Portela (PP).

A ida de Dr. Pessoa para o PL tem sido negociada pelo presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, hoje ministro-chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro, do PL.

"Sílvio Mendes vai ter o meu combate sistemático e permanente. Hoje pela manhãmuito cedo eu abri todos os grupos sociais. E todos os grupos sociais sustentado pelo PSDB atacam a prefeitura. E quem ataca a prefeitura não tem o meu apoio", disse.

Rios falou até em Jesus Cristo para negar apoio  ao tucano. "Se o candidato do Ciro for Sílvio Mendes, eu lhe digo com todas as letras que não tem meu apoio, nem que Jesus Cristo apoie, eu não apoio. Os tucanos passam o dia atacando a gestão do Pessoa […] Quem ataca não tem nosso apoio. Eu usarei o resto das minhas forças e se Silvio Mendes for candidato farei campanha contra ele. Em cada bairro e rua estarei presente fazendo campanha contra Silvio Mendes. Silvio Mendes é o pior mal que pode acontecer a cidade de Teresina”, frisou. 

Robert Rios também avisou que não vai deixar o PSB.  “Eu não tenho nenhum desejo de ser candidato, meu desejo é encerrar a minha trajetória política por aqui, a não ser que seja uma coisa extremamente necessária. Acho que já dei minha contribuição, não tenho ambição política, não sou gigolô da política e nunca me considerei político profissional. Minha profissão era delegado da Polícia Federal, foi para isso que me preparei”, desconversou o vice de Dr. Pessoa

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: