PODER

PL do Piauí reúne as lideranças na terça-feira para avaliar filiação de Bolsonaro

Deputado federal Fábio Abreu defende manutenção da aliança com o PT

Deputado federal Fábio Abreu (PL-PI) durante a coletiva na sede do PL em Teresina

Deputado federal Fábio Abreu (PL-PI) durante a coletiva na sede do PL em Teresina Foto: Divulgação/PL

As principais lideranças do Partido Liberal no Piauí vão se reunir, na próxima terça-feira (23), em Teresina, para avaliar os impactos da filiação do presidente Jair Bolsonaro. O PL descarta qualquer possibilidade de deixar a base do governo Wellington Dias.

“O que nós estamos aguardando é se realmente vai haver a filiação e qual será o posicionamento do presidente Bolsonaro em relação esses estados, que não é só o Piauí. O Piauí, talvez, é o segundo estado em termos de características mais complicadas para resolver, mas o primeiro é São Paulo”, avaliou o deputado federal Fábio Abreu, que admite o eventual apoio a Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2022, desde que a aliança com o PT no Piauí seja respeitada pela direção nacional do PL.

“Não falamos, em nenhum momento, em relação à questão federal, porque é uma questão de legalidade, eu concordo com o presidente. Se ele entrar no partido, ele vai querer que pelo menos em nível federal se faça esse alinhamento. O que nós temos nesse momento é resolver esse problema de forma estadual, e, futuramente, fazer as conversas a respeito do nível federal”, defendeu, em entrevista à TV Cidade Verde nesta sexta-feira (19).

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: