PODER

Henrique Pires reage ao discurso de Robert contra o PT : "quem decide é Dr. Pessoa"

"Ninguém vai falar por Dr. Pessoa. Ele é o candidato do MDB e quem comanda é ele", avisou

Deputado estadual Henrique Pires MDB

Deputado estadual Henrique Pires MDB Foto: Reprodução

Começam a surgir entre os aliados do candidato a prefeito pelo MDB, ex-deputado Dr. Pessoa, reações contra as declarações do candidato a vice-prefeito pelo PSB, ex-deputado estadual Robert Rios, rechaçando o apoio do PT no segundo turno das eleições em Teresina. O deputado estadual Henrique Pires (MDB) lembrou que quem comanda a campanha é Dr. Pessoa. “Ele (Pessoa) é que tem o poder da decisão. Ninguém vai falar por Dr. Pessoa”, advertiu o parlamentar na manhã desta quinta-feira (19).

“Todos reconhecemos o valoroso vice-prefeito Robert Rios, mas o comandante maior da campanha é o prefeito Dr. Pessoa. Conversamos, sugerimos, mas quem bate o martelo no que vai ser feito, no que vai se altera no programa, é o prefeito. Ele é que tem o poder da decisão. Ninguém vai falar por Dr. Pessoa. Ele é o candidato do MDB e quem comanda é ele. Não há desconforto com a declaração do Robert. Queremos o apoio de todos que votaram em Fábio Novo”, defendeu.

Mãos limpas
A declaração de Robert Rios aconteceu depois da reunião do MDB com o PT, da qual participaram os candidatos a prefeito pelo MDB, Dr. Pessoa, e pelo PT, deputado estadual Fábio Novo. “Nós não vamos sujar a nossa mão com nenhuma aliança política. Se tiver que perder, nós vamos perder com dignidade, com as mãos limpas. Ganhar sujando as mãos, não faremos [...] Eu quero todos os votos liberados, para que o povo escolha livremente. Não precisa estar nenhuma liderança política em cima do povo. O povo que escolha livremente. Se o povo achar que o melhor projeto é o do Ciro Nogueira, que vote no Kleber Montezuma. Se o povo achar que o projeto do Dr. Pessoa e Robert é o melhor, nós estamos aqui de braços abertos

Sem negociata
Já o candidato Dr. Pessoa quer apoio de todos, até do lado adversário, mas sem negociata, sem barganha. "Não excluo o apoio de ninguém. Não faço é negociata. Quem quiser individualmente me apoiar, não excluo. Do outro lado, tenho dois que irão me apoiar. Não aceito negociatas. Negociata não”, avisou

Dr. Pessoa se disse honrado em receber o apoio de qualquer grupo. Até do outro lado. “Lideranças não vou excluir. Não quero é gente melado com lava jato, com outras coisas ruins. Gente que quer a mudança, será bem-vinda. O Júnior do MP3, o Dr. Lázaro e o Antônio José Lira... foram lá em casa e colocaram o apoio independentemente de qualquer posição de partido", revelou.

Fonte: Paulo Pincel

Dê sua opinião: